Mais de 300 pessoas, entre as quais mestres internacionais de yoga e representantes religiosos, juntaram-se ontem no Estádio 1º de Maio, em Lisboa, para assinalarem o Dia Mundial do Yoga, que ambiciona ser um dia de paz no mundo.

“Há uma década propusemos que fosse o primeiro feriado mundial, embora comemorado a um domingo, sem peso na nossa economia. Seria um dia em que toda a humanidade estivesse em comum e desse as mãos 24 horas, sem derramamento de sangue em todo o planeta”, explicou à agência Lusa o presidente da Confederação Portuguesa do Yoga, Jorge Veiga e Castro, organizadora do evento.

Embora ainda sem a aprovação oficial da Unesco e da ONU, todos os anos praticantes da modalidade reúnem-se para assinalar este dia de celebração intercultural, intercontinental e interreligiosa no primeiro domingo após o solstício de Verão, com uma aula aberta, que este ano atraiu mais de 50 mestres de yoga de todo o mundo.

“Atualmente, esta é a maior concentração de mestres de yoga fora da Índia”, disse Jorge Veiga e Castro, salientado que a mega-aula que se realiza durante o evento “permite um desenvolvimento pessoal forte não só físico, emocional e energético, mas principalmente mental”.

Jorge Veiga e Castro destacou que em Portugal há um crescimento natural da prática do yoga, que conta com mais de 30 ashrams (comunidades) com milhares de participantes.

A Confederação atribuiu também o prémio Gandhi – Sérgio Vieira de Mello ao arquiteto Siza Vieira, pelo trabalho feito em prol da "Globalidade Justa, Igualdade Inter-Étnica, Fraternidade e Carreira Internacional", que, ao receber o prémio, se manifestou “muito humilde perante as figuras que deram o nome ao prémio”.

Na cerimónia estiveram representantes das principais religiões e comunidades religiosas, que abençoaram os presentes, além de mestres, professores e praticantes, entre os quais algumas crianças.

Elsa, uma das praticantes de yoga que acorreu ao estádio, salientou que a prática “é um momento de introversão e de tranquilidade”.

“Faz-me sentir bem em termos físicos, mas recolho muitos benefícios em termos psíquicos também. É bom”, considerou, destacando que foi a esta iniciativa para demonstrar que queria contribuir para a paz e a harmonia entre os povos.

Conheça algumas vertentes do Yoga:

Acroyoga

Yogasurf

Hot Yoga

Tsa Lung

Baby Yoga

Yoga do Riso

27 de junho de 2011

Fonte: Lusa/SAPO

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.