Na missão que decorreu entre 13 e 19 de outubro “foram atendidos 197 pacientes e realizados 298 tratamentos dentários”, afirmou à agência Lusa Helena Rosa, presidente da Associação de Beneficência para a Saúde Oral de Torres Vedras (Asot).

A missão foi composta por sete médicos dentistas e uma assistente dentária e realizou-se no Hospital Ayres de Menezes e no Centro Policlínico de Água Grande.

10 coisas que sempre quis perguntar ao dentista (mas teve vergonha)
10 coisas que sempre quis perguntar ao dentista (mas teve vergonha)
Ver artigo

A primeira missão foi acompanhada também pelo presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, que estabeleceu um acordo de cooperação com o distrito de Água Grande, informou este município.

O acordo abrande os domínios sociais, económicos e ambientais, com a finalidade de “aprofundar a solidariedade e cooperação transnacional”.

Além de programas para a prevenção e melhoria da saúde oral junto de comunidades desfavorecidas, a cooperação contempla intercâmbios e cooperação entre associações e entidades dos dois países.

A Asot iniciou um projeto solidário em São Tomé e Príncipe para dar consultas e formação e melhorar as condições de saúde no país durante cinco anos, prevendo realizar uma missão por mês.

As práticas de saúde oral em São Tomé e Príncipe passam “pela extração de dentes em crianças e adultos, não há esterilizações de material e faltam equipamentos e instalações”, sublinhou a médica dentista, adiantando que no país existem três dentistas para 200 mil habitantes.

A associação de cariz solidário estabeleceu, entre março e abril, parcerias com os ministérios da Saúde e do Trabalho e Solidariedade de São Tomé e Príncipe, tendo em conta que o Governo vai referenciar as instituições com as quais a Asot vai cooperar.

Os médicos dentistas levaram também equipamento, doado por um empresário de Torres Vedras, no valor de 12 mil euros, para apetrechar o Centro Solidário de Água Grande, na ilha de São Tomé.

15 alimentos que os dentistas nunca comem
15 alimentos que os dentistas nunca comem
Ver artigo

O projeto ‘Smile’ tem como finalidade promover a qualidade dos cuidados preventivos e primários de saúde oral, promover o acesso da população carenciada a cuidados de saúde oral, contribuir para a formação dos profissionais e adequar as infraestruturas.

Numa segunda fase, a associação pretende dotar o Hospital Dr. Ayres de Menezes, também na ilha de São Tomé, de equipamentos de dentista, estando as necessidades estimadas em 200 mil euros, após um levantamento efetuado.

Na sua clínica solidária, em Torres Vedras, no distrito de Lisboa, a Associação de Beneficência para a Saúde Oral de Torres Vedras prestou cerca de 22 mil consultas a 3.300 utentes, ao longo dos últimos 15 anos de atividade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.