O comissário europeu da Saúde, John Dalli, considera os dadores de sangue “heróis” e apela aos europeus para doarem sangue e serem solidários para com quem deste necessita, tornando-se também “heróis”.

O apelo faz parte da mensagem de John Dalli para o Dia Mundial do Dador de Sangue, que se assinala hoje, e consta de um comunicado divulgado ontem pela Comissão Europeia (CE) e no qual o responsável europeu presta homenagem a todos os dadores.

Considerando que “sangue é vida”, John Dalli lembra que todos podem vir a necessitar de sangue devido a uma cirurgia ou a um acidente grave, sublinhando que para muitos europeus com doenças crónicas, como a hemofilia ou talassemia, o sangue é uma necessidade constante e “faz toda a diferença”.

Subordinado ao lema “Cada dador de sangue é um herói”, o documento da CE sublinha a importância da segurança do abastecimento de sangue e incentiva todos os cidadãos a juntarem-se aos “dadores voluntários responsáveis”.

Atualmente, “mais de 500 milhões de cidadãos da União Europeia (UE) dependem do sangue doado por menos de 15 milhões para sobreviverem”, o que é “insuficiente”, acrescenta o comunicado.

A Comissão refere ainda os “dois desafios muito difíceis” com que as autoridades sanitárias dos países da UE se confrontam: a data de validade do sangue e a escassez das reservas.

Uma necessidade mais premente face ao envelhecimento da população e a doenças relacionadas com a velhice, “como o cancro ou as fraturas da anca”, que obrigam a intervenções cirúrgicas e à necessidade de sangue, indica.

O Dia Mundial do Dador de Sangue foi proposto pela Federação Internacional das Organizações de Dadores de Sangue (FIODS) em parceria com a Federação Internacional da Cruz Vermelha e das Sociedades do Crescente Vermelho, apoiadas pela Sociedade Internacional da Transfusão Sanguínea.

A efeméride obteve a concordância da Organização Mundial de Saúde (OMS) e foi instituída em maio de 2005.

O dia foi escolhido por coincidir com o do nascimento do cientista e médico austríaco Karl Landsteiner – nascido em 1868 e Prémio Nobel da Medicina em 1930 -, percursor da transfusão sanguínea ao descobrir o sistema dos grupos sanguíneos ABO.

Ver vídeo sobre a doação de sangue em Portugal

14 de junho de 2012

@SAPO

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.