Criar condições para apoiar doentes e cuidadores e desenvolver acções de esclarecimento dos cidadãos e dos órgãos de decisão sobre a importância do estudo do cérebro é o grande objectivo do Conselho Português para o Cérebro.

Este projecto vai ser lançado no próximo dia 16 de Março, na Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra, pelas 17h30m, no âmbito da Semana Internacional do Cérebro, promovida pela Sociedade Portuguesa de Neurociências (SPN), em parceria com o Programa Ciência Viva.

Considerando que as “despesas directas globais com assistência na União Europeia ultrapassam os 900 biliões de euros por ano, dos quais apenas 15 por cento são direccionados para as doenças do sistema nervoso, ficando muito aquém das necessidades reais destas doenças, e que os encargos totais com as doenças da área da neurologia e de psiquiatria atingem mais de 380 biliões de euros/ano, é imperioso que a sociedade, os profissionais de saúde e os decisores políticos assumam a responsabilidade de apoiar a investigação do cérebro e das patologias que o envolvem”, defendem dois dos mentores do Conselho, o representante da Sociedade Portuguesa de Neurologia António Freire, e o presidente da Sociedade Portuguesa de Neurociências e docente da Universidade de Coimbra, João Malva.

O Conselho Português para o Cérebro será uma estrutura congregadora das Sociedades Científicas dedicadas ao estudo do Cérebro e terá a colaboração de Associações de doentes e familiares de doentes cerebrais.

Após o lançamento do Conselho, e também no âmbito da Semana Internacional do Cérebro, o Centro de Neurociências e Biologia Celular, a Faculdade de Medicina e a Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra promovem uma sessão de apresentação do restauro e digitalização da obra “De Humani Corporis Fabrica” de Andreas Vesalius” (1543).

A primeira edição, muito rara e preciosa, da referida obra, que marca o início da Medicina e da Ciência Moderna, pertence aos fundos da Biblioteca Geral da Universidade.

O seu restauro e digitalização, na íntegra, foi possibilitado pelo patrocínio da Sociedade Portuguesa de Neurociências, no quadro da campanha “SOS Livro Antigo” que a Universidade promove. No mesmo âmbito, a Sociedade Portuguesa de Neurociências vai apoiar a intervenção sobre obras do médico português da mesma época João Rodrigues, de Castelo Branco, mais conhecido por Amato Lusitano, sobre cujo nascimento se comemoram, em 2011, quinhentos anos.

O original do livro de Vesalius assim como algumas obras de Amato Lusitano serão mostradas na ocasião.

A edição on-line de Vesalius encontra-se à disposição de todos no sítio da Internet
“Alma Mater”, Repositório Digital de Fundo Antigo da Universidade de Coimbra, que já inclui cerca de 5000 livros e documentos.

Sobre o patrocínio da Sociedade Portuguesa de Neurociências ao programa SOS Livro Antigo, o Director da Biblioteca Geral, Carlos Fiolhais, comenta: “Estamos gratos com o gesto dos nossos neurocientistas, esperando que o seu exemplo frutifique para salvar mais obras da nossa Biblioteca”. 

A semana Internacional do Cérebro, que engloba um vasto conjunto de actividades (ver programa detalhado em www.spn.org.pt)) visa divulgar, junto do grande público, de uma forma apelativa, os avanços da investigação na área do cérebro e no tratamento das suas doenças. Por isso, durante uma semana, os Neurocientistas abrem as portas dos seus laboratórios para “revelar todos os mistérios do cérebro”.

14 de março de 2011

Fonte: SAPO/ Universidade de Coimbra

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.