Segundo um comunicado do executivo comunitário, na sequência do ressurgimento do vírus Ébola na República da Guiné, o Governo de Conacri pediu assistência através do Mecanismo de Proteção Civil da UE.

Em resposta, “a França enviou hoje mais de 500 ‘kits’ de proteção Ébola contendo fatos, máscaras e luvas para o pessoal médico que trabalha na linha da frente na luta contra o vírus”, disse, na conferência de imprensa diária, o porta-voz do executivo comunitário para Ajuda humanitária, Balazs Ujvari.

“Estamos prontos a enviar mais ajuda, se necessário”, acrescentou.

A Guiné-Conacri declarou em 14 de fevereiro o primeiro surto de Ébola no país após cinco anos, que já resultou na morte de cinco pessoas.

O anterior surto, que surgiu em finais de 2013 na Guiné-Conacri, alastrou posteriormente aos vizinhos Libéria e Serra Leoa, tendo causado mais de 11.300 mortos, 2.500 dos quais na Guiné-Conacri.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.