Os infetados fazem parte de um grupo de cerca de 30 imigrantes que residem em duas casas situadas na cidade e trabalham juntos em explorações agrícolas no distrito de Beja, explicou o presidente da Câmara de Serpa, Tomé Pires.

Após ter sido confirmada a infeção num dos imigrantes, foram feitos testes de despiste da presença do vírus da covid-19 aos restantes elementos do grupo, tendo mais nove tido resultados positivos e os restantes negativos, disse.

Por indicação da autoridade de saúde, os cerca de 30 imigrantes foram divididos em dois grupos que estão separados e provisoriamente alojados em diferentes equipamentos municipais dedicados à covid-19 na cidade de Serpa, sendo um grupo constituído pelos dez infetados e outro pelos restantes que tiveram resultados negativos nos testes, explicou.

Trata-se do terceiro surto de covid-19 identificado nos últimos dois meses entre imigrantes trabalhadores agrícolas temporários residentes no concelho de Serpa, sendo que os dois primeiros estão resolvidos, disse Tomé Pires.

Segundo o autarca, até domingo, no concelho de Serpa, havia registo de 124 pessoas infetadas pelo vírus da covid-19, das quais 83 já recuperaram, 39 estão com infeções ativas e duas morreram.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.388.590 mortos resultantes de mais de 58,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo o mais recente balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.971 pessoas dos 264.802 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.