O óbito do utente do lar Alfredo Carriço, segundo disse à Lusa Zélia Reis, “ocorreu no sábado depois de o utente ter sido hospitalizado e testado positivo à covid-19″.

Naquele lar, o surto de covid-19 fez subir o número de cuidadores infetados de dois para 18, ao passo que os utentes com teste positivo subiram de quatro para 21 após ter sido feito um “segundo rastreamento, na quinta-feira”, disse.

“Os restantes 25 idosos testaram negativo”, confirmou a responsável, observando que “entre os idosos infetados há um ou outro com sintomas ligeiros”.

Zélia Reis referiu que os idosos infetados “foram transferidos para um espaço criado pela Santa Casa, onde cumprem o isolamento profilático”, enquanto as cuidadoras “se mantêm em casa na mesma situação”.

No lar Imaculada Conceição, também da Santa Casa da Misericórdia da Trofa, uma funcionária “testou positivo no rastreio feito a 20 de outubro”, o que levou a instituição a testar “todas as demais cuidadoras e utentes, também na quinta-feira”.

“Deram todos negativos”, disse Zélia Reis.

A responsável esclareceu que, no lar Imaculada Conceição se registou a “morte de um idoso” mas que “nada teve que ver com a covid-19″.

O novo coronavírus surgiu também na “creche da instituição”, revelou à Lusa a diretora técnica, revelando que está infetada “uma criança de quatro anos, assintomática e desde terça-feira em casa”.

“Foram testadas as outras 21 crianças e os dois adultos que as acompanham e deram todos [resultado] negativo”, afirmou.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 43 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.343 pessoas dos 121.133 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.