Apesar de o Norte continuar a ser a região do país com maior incidência da pandemia nesta fase, tanto em casos, como em óbitos, a área metropolitana de Lisboa destaca-se nos surtos escolares, com um peso de 81,6% no universo nacional.

“O total de surtos ativos registados na DGS ao dia de hoje é de 489 surtos, dos quais 76 em ambiente escolar, incluindo creches, escolas e ensino superior. Mais especificamente: um surto no Norte, quatro surtos no Centro, 62 surtos em Lisboa e Vale do Tejo, cinco surtos no Alentejo e quatro surtos no Algarve”, adiantou o subdiretor-geral da Saúde, Rui Portugal, em conferência de imprensa de atualização sobre a evolução da pandemia.

Quanto à supostamente reduzida adesão aos testes rápidos, Rui Portugal garantiu que não existe qualquer impedimento ou reserva na sua utilização por parte da DGS.

“Os testes rápidos têm uma orientação da DGS e estão disponíveis. Interessa-nos que os prescritores os usem de forma adequada e sempre que forem necessários. Não temos nada a opor”, reiterou.

Portugal contabiliza hoje mais 84 mortes relacionadas com a covid-19 e 2.638 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 5.733 mortes e 353.576 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.