O número de novos infetados é de cerca de 5.000 mais do que terça-feira, mas também foram realizados mais 43.000 testes de diagnóstico do que no dia anterior (178.000 contra 135.000).

Segundo os dados oficiais, a taxa de positividade (percentagem de positivos em relação aos testes realizados) situou-se hoje nos 11,3%.

Com os novos números, Itália acumulou 2.201.945 casos de infeção e 76.877 mortes desde fevereiro de 2020.

Atualmente, 23.174 pessoas estão hospitalizadas, 2.571 em unidades de cuidados intensivos.

Por outro lado, o Ministério da Saúde italiano confirmou que mais de 260.000 pessoas foram vacinadas já em todo o país, estimando-se que se tenham já inoculado cerca de 50% das doses das vacinas recebidas até agora das farmacêuticas Pfizer e BioNTech.

Itália é o segundo país da Europa, atrás da Alemanha, com maior número de cidadãos vacinados contra o novo coronavírus.

O responsável pela gestão da emergência sanitária em Itália, Domenico Arcuri, sublinhou que o objetivo é ter seis milhões de pessoas vacinadas em finais de março, 13,7 milhões em abril e quase 22 milhões em maio, para que se possa completar a vacinação voluntária em agosto.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.869.674 mortos resultantes de mais de 86,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.