"Na sequência de uma denúncia que dava conta da realização de um convívio naquele espaço, os militares da Guarda deslocaram-se de imediato ao local apurando que no interior da associação encontravam-se 14 pessoas estando em incumprimento com as normas e medidas vigentes para a contenção da epidemia e redução do risco de contágio da doença COVID-19", informa a GNR em comunicado.

"Esta ação culminou com a identificação de 13 pessoas presentes no local juntamente com a proprietária do estabelecimento que tinha conhecimento da organização do evento. Perante o incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário, foram elaborados 14 autos de contraordenação, tendo ainda sido elaborado um auto de notícia pelo crime de desobediência", acrescenta a nota.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Leiria.

"A GNR recorda que, de acordo com as medidas impostas pelo estado de emergência face à evolução da situação epidemiológica do país, encontram-se encerradas as instalações e estabelecimentos como discotecas, bares, salões de dança ou de festa", conclui o comunicado.

A pandemia de COVID-19 provocou, pelo menos, 2.253.813 mortos resultantes de mais de 103,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 13.257 pessoas dos 740.944 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.