Os serviços sanitários também contabilizaram mais 173 mortes desde quinta-feira atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 72.258.

O número diário de notificações de novos casos baixou de 6.255 na quinta-feira para 5.348 hoje, e o de mortes subiu de 166 para 173.

O nível de incidência acumulada (contágios) em Espanha continua a descer, passando de quinta para sexta-feira de 132 para 131 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são as de Madrid (225), Astúrias (178), País Basco (176), Catalunha (166) e Aragão (148).

Nas últimas 24 horas deram entrada nos hospitais em todo o país 795 pessoas com a doença (785 na quinta-feira), das quais 181 em Madrid, 155 na Catalunha e 132 na Andaluzia.

Por outro lado, baixou para 8.540 o número de hospitalizados com a covid-19 (8.759), o que corresponde a 7% das camas, das quais 2.186 pacientes em unidades de cuidados intensivos (2.264), 22% das camas desse serviço.

Cinco comunidades autónomas espanholas (Catalunha, Andaluzia, Castela e Leão, Canárias e Astúrias), que têm autonomia no setor da saúde, decidiram hoje suspender a utilização da vacina da AstraZeneca.

Por seu lado, a Agência Espanhola de Medicamentos (AEMPS) assegurou que não existem provas de que a administração da vacina tenha causado os problemas trombóticos que levaram vários países europeus a suspender a administração deste medicamento e sublinha que “os seus benefícios continuam a superar os riscos” e pode continuar a ser administrado.

Na quinta-feira, a Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês) indicou estar a investigar um problema relacionado com distúrbios hemorrágicos alegadamente associados a esta vacina, que levou a Dinamarca, seguida de outros países europeus, a suspender o uso da vacina.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.630.768 mortos no mundo, resultantes de mais de 118,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.650 pessoas dos 813.152 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.