A incidência acumulada em sete dias caiu no país para 129,1 novos casos por 100 mil habitantes, após registar 132,8 na quarta-feira e 154,9 de quinta-feira passada, segundo os dados do Instituto Robert Koch (RKI) hoje atualizados.

O fator de reprodução semanal é de 0,83, o que significa que a cada 100 infetados contagiam uma média de 83 outras pessoas.

O número máximo de infeções foi registado em 18 de dezembro com 33.777 novas infeções num dia e o número de óbitos em 14 de janeiro, com 1.244, enquanto a incidência atingiu o seu máximo em 22 de dezembro com 197,6.

A Alemanha acumulou 3.473.503 casos positivos do SARS-CoV-2 e 84.126 mortes pela covid-19 desde o início da pandemia.

Cerca de 3.107.300 pessoas já foram consideradas recuperadas, enquanto os casos ativos somam atualmente cerca de 282.100.

Na quarta-feira, 4.838 pacientes com covid-19 foram internados em unidades de cuidados intensivos (117 a menos num dia) e destes 2.880 (-60% e 49 a menos em relação à terça-feira) necessitam de respiração assistida, segundo a Associação Interdisciplinar Alemã para Terapia Intensiva e Medicina de Emergência (DIVI).

Num dia, as unidades de cuidados intensivos receberam 457 novos pacientes com covid-19 e 151 dos admitidos morreram.

Na Alemanha, 6.931.584 pessoas receberam as duas doses da vacina (8,3% da população) e 24.537.128 (29,5%), pelo menos uma dose, de acordo com o RKI.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.