No seu comunicado diário, a Autoridade de Saúde dos Açores explica que em São Miguel cinco dos novos casos correspondem “a viajantes”, sendo três residentes, dois dos quais com “resultados positivos ao 6.º dia” e um “com resultado positivo à chegada”.

Há ainda dois novos doentes não residentes, um é tripulante de um navio que se encontra a fazer escala em Ponta Delgada e outro que obteve resultado positivo ao 6.º dia.

Os restantes casos detetados em São Miguel correspondem a transmissão comunitária.

Por concelhos, na Lagoa há seis novos casos, no concelho de Ponta Delgada 16 novos casos, no concelho de Vila Franca do Campo há um novo caso e no concelho da Ribeira Grande há seis novos casos.

Na Terceira, um dos casos reporta-se “a um viajante, residente, que apresentou sintomatologia, após a realização de teste de 6.º dia negativo” e “todos os restantes casos correspondem a transmissão comunitária”.

Assim, no concelho de Angra do Heroísmo foram registados dois novos casos e no concelho da Praia da Vitória há seis novos doentes.

No Pico, o caso agora diagnosticado “resulta de uma viagem ao exterior da região e originou uma nova cadeia de transmissão local primária na Madalena”.

Em São Jorge, um dos casos diagnosticados corresponde a um homem “com viagem ao exterior da região, originando nova cadeia de transmissão local primária em Velas, na qual se integra o outro caso também agora diagnosticado”, lê-se ainda no comunicado.

Segundo a Autoridade de Saúde açoriana, os novos casos detetados nas últimas 24 horas resultam de 2.123 análises realizadas nos laboratórios de referência da região.

Também nas últimas 24 horas foram registadas 66 recuperações nos Açores.

Hoje estão internados 18 doentes (menos um do que na segunda-feira) com covid-19.

Do total de doentes internados, 10 estão no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, com dois em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), sete no Hospital de Santo Espírito, em Angra do Heroísmo, na Terceira, com um em UCI e um no Hospital da Horta, no Faial.

A Autoridade de Saúde Regional adianta também que o caso positivo identificado no comunicado de segunda-feira “na freguesia da Fajã de Cima, concelho de Ponta Delgada”, em São Miguel, “apresentou documentação comprovativa de uma infeção anterior e respetiva recuperação, deixando por este motivo de contar como caso ativo”.

O arquipélago conta atualmente com 523 casos positivos ativos, sendo 324 em São Miguel, 169 na Terceira, 11 no Pico, três nas Flores, cinco no Faial, seis em São Jorge, três na Graciosa e dois em Santa Maria.

“Com o aparecimento de duas novas cadeias de transmissão local primária nas últimas 24 horas, são agora cinco as cadeias ativas no arquipélago, sendo duas no Pico, uma no Faial, uma Pico/Flores e uma em São Jorge”, acrescenta o comunicado.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados nos Açores 7.420 casos positivos de covid-19, tendo recuperado da doença 6.712 pessoas e falecido 37.

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 8 de julho, foram administradas nos Açores 250.705 doses de vacinas contra a covid-19, havendo 129.190 pessoas com, pelo menos, uma dose (53,21% da população) e 121.515 pessoas com vacinação completa (50,05%)”, no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.169.966 mortos em todo o mundo, entre mais de 194,6 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.