17 de janeiro de 2013 - 15h35
Dois cirurgiões portugueses dos hospitais de S. João, do Porto, e da Guarda desenvolveram uma técnica cirúrgica para tratamento de hérnias inguinais - que surgem na zona da virilha - que permite realizar do dobro das intervenções, com menos dores e mais satisfação do doente.
Augusto Lourenço, cirurgião no Hospital de Guarda, e Rui Soares da Costa afirmam que este procedimento cirúrgico está a despertar o interesse de especialistas internacionais e está já a ser implementado em alguns hospitais europeus.
A investigação desta técnica, designada “Onstep”, iniciou-se há cerca de sete anos e culminou na criação de uma nova prótese que despertou o interesse da maior multinacional desta área.
Desde 2012 que cirurgiões de toda a Europa (Dinamarca, Suécia, Finlândia, Alemanha, Áustria, Suíça, Holanda, Bélgica, França, Inglaterra, Itália, Espanha, Grécia e Portugal) se têm deslocado ao Centro Hospitalar de S. João para se familiarizarem com esta nova intervenção cirúrgica.
“Já vieram cá cerca de 40 e virão pelo menos outros 40 até maio”, disse Rui Soares da Costa, salientando que “num hospital de Copenhaga, em seis meses, realizaram cerca de 100 intervenções, o que diz da importância que passou a ter este sistema”.
De acordo com o estudo já realizado em quase mil doentes ao longo destes anos, esta técnica “apresenta melhores resultados quanto à dor pós-operatória e crónica, complicações precoces e tardias, recorrências, menor tempo operatório, menor tempo de internamento, menor tempo necessário de retoma ao trabalho e maior grau de satisfação do que os outros métodos utilizados”, explicaram.
“O aumento do número destas cirurgias é de tal forma notório que as listas de espera caíram drasticamente. Em 11 meses reduzimos a lista de espera em cerca de 60%”, frisou Rui Soares da Costa.
O problema com a hérnia inguinal, que surge na zona da virilha, é cerca de quatro vezes mais frequente nos homens do que nas mulheres. Em Portugal realizam-se cerca de 17 mil procedimentos cirúrgicos anuais por hérnia inguinal, sendo uma das cirurgias mais realizadas no nosso país.
SAPO Saúde com Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.