No balanço apresentado, que reporta até à meia-noite local (17:00 em Lisboa), contabilizam-se quatro casos de contágio local, três no Cantão, sudeste do país, e um de Heilongjiang, no nordeste da China.

De acordo com a Comissão Nacional de Saúde chinesa, registaram-se três novas mortes, todas da província de Hubei.

Na China, registam-se 141 doentes em estado grave, dos quais 94 encontram-se em Wuhan, referiu a mesma fonte.

Apesar dos novos casos confirmados, o número total de infetados ativos no país asiático continua a descer, estando agora nos 1.089.

O número total de infetados diagnosticados na China desde o início da pandemia da COVID-19 é de 81.953, tendo morrido, até ao momento, 3.339 pessoas.

Mais de 70 mil pessoas já foram dadas como recuperadas na China.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já provocou a morte a mais de 100 mil pessoas e infetou mais de 1,6 milhões em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, mais de 330 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.