“Estamos a conversar com o Governo sobre a eventualidade do município assumir a gestão do velho Hospital Pediátrico e discutirmos com a cidade um projeto para esse edifício”, afirmou José Manuel Silva, que respondia à agência Lusa no final da reunião do executivo que decorreu hoje.

O edifício está na posse da Direção Geral de Tesouro e Finanças (DGTF), estando os antigos pavilhões de consulta externa na posse da Câmara Municipal de Coimbra.

“O edifício está a degradar-se sem projeto nenhum e faria sentido que neste processo de descentralização a gestão daquele bem passasse para o município. Já tivemos uma primeira conversa com a DGTF e teremos uma segunda”, disse.

Segundo José Manuel Silva, está a ser discutida a possibilidade de o edifício ficar “sob gestão da Câmara, como bem público do Governo”, através de um contrato de comodato.

“Para já, tem havido boa disponibilidade da DGTF para discutir essa matéria”, acrescentou.

Para os pavilhões de consulta externa, estava prevista a instalação dos arquivos municipais, mas o atual executivo decidiu alterar a sua localização para um terreno municipal na estrada de Eiras, nos arredores de Coimbra.

“A ida dos arquivos para esses pavilhões impedia o estabelecimento de um novo corredor para melhorar as acessibilidades naquela zona, nomeadamente do IPO [Instituto Português de Oncologia]. Não fazia sentido ocupar esse espaço com o futuro arquivo municipal”, referiu.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.