"Estamos a fazer o maior esforço na história do Brasil", comentou o ministro da Saúde Marcelo Castro, que participa numa reunião com os colegas homólogos do Mercosul, na capital do Uruguai, Montevideu.

"Temos 46.000 agentes de combate que estão a ir de cada em casa e reforçámos a operação com outros 266.000 agentes comunitários de saúde, além de 210.000 militares das forças armadas", especificou.

"Toda a sociedade está a ser mobilizada para combater o vetor", disse ainda.

O Brasil é o país da América mais afetado pelo vírus Zika, com mais de 1,5 milhão de contágios. Além disso, o país regista 404 casos confirmados de microcefalia relacionados com a epidemia.

Leia também: O drama dos bebés que são o rosto de uma epidemia

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.