Um estudo relacionado com os benefícios do consumo de álcool para a saúde revela que estes são "irrelevantes" e que o álcool pode ser a causa de, pelo menos, sete tipos de cancro.

Não se sabe, no entanto, qual o mecanismo que está na origem do surgimento da doença, adianta a mesma investigação.

As estimativas avançadas pelo estudo sugerem que 5,8% de todas as mortes por cancro no mundo são provocadas pelo consumo de álcool.

Jennie Connor, professora da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, refere num artigo publicado na revista Addiction que o álcool foi a causa de cerca de meio milhão de mortes por cancro só em 2012.

Leia também: 17 sintomas de cancro que os portugueses ignoram

Veja ainda: 10 coisas do dia a dia que causam cancro

De acordo com a investigadora, não há qualquer nível de consumo de álcool considerado seguro no que diz respeito ao cancro, ainda que os riscos sejam diminuídos, em alguns casos, quando as pessoas param de beber ou ingerem este tipo de bebidas apenas de forma esporádica.

Jennie Connor acrescenta que os alegados benefícios do álcool para a saúde devem ser considerados irrelevantes face ao aumento exponencial do risco de aparecimento de cancro.

As conclusões de Jennie Connor resultam de uma meta-análise composta por múltiplos estudos com casos dos últimos 10 anos registados pelo World Cancer Research Fund, pela International Agency for Research on Cancer e pela Organização Mundial de Saúde.

Saiba isto10 perguntas e respostas sobre os Alcoólicos Anónimos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.