A ministra da Saúde australiana, Sussan Ley, disse que a lei, se for aprovada, permitirá o cultivo de canábis abrindo pela primeira vez caminho para o fornecimento seguro, legal e sustentável desta droga leve na Austrália.

"Este é um dia importante para a Austrália e para todos aqueles que têm lutado para enfrentar o estigma à volta da canábis medicinal", afirmou Ley.

As investigações, entre elas os resultados publicados no ano passado no Journal of the American Medical Association, mostram que a canábis tem efeitos positivos no tratamento da dor crónica.

Mas existem ainda dúvidas sobre os efeitos colaterais e a questão da sua eficácia continua a ser um tema polémico.

O Partido Trabalhista e os Verdes, fações da oposição, dizem que apoiam a lei, que prevê a disponibilidade da canábis através de receita médica.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.