O estudo coordenado pela cientista Juliana Antero-Jacquemin, do Insep (Instituto Nacional do Desporto), analisou 2.814 atletas franceses que marcaram presença em edições dos Jogos Olímpicos entre 1912 e 2012.

"Estes atletas têm em média uma esperança média de vida sete anos superior à da população geral", destaca Antero-Jacquemin.

Dos sete anos adicionais, quase dois anos são conquistados pelo menor risco de doenças cardiovasculares, como enfartes e acidentes vasculares cerebrais.

Outros dois anos equivalem à diminuição do risco de cancro e outros três "à diminuição do risco vinculado a outras causas", como acidentes e demais doenças.

Leia tambémOs 10 desportos mais completos e saudáveis

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.