Contactada pela agência Lusa, por correio eletrónico, fonte da ASAE explicou que, “esta tarde, após denúncia, foi realizada uma ação de fiscalização direcionada à zona de confeção de refeições” do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

“No decurso da ação, por terem sido detetadas irregularidades, foi determinada a suspensão da laboração no local para a necessária correção das situações anómalas, salvaguardando-se o fornecimento de refeições aos utentes do hospital”, esclareceu a ASAE à Lusa.

A Lusa pediu esclarecimentos a este organismo depois de o jornal Correio da Manhã ter avançado, a meio da tarde, uma notícia intitulada “ASAE encerra refeitório do hospital de Évora por falta de higiene e segurança alimentar”.

Nesta notícia, o jornal disse ainda que o refeitório hospitalar “é operado por uma empresa privada e as refeições são destinadas a funcionários e utentes”.

A Lusa colocou mais questões à ASAE, através de correio eletrónico, mas não obteve outros esclarecimentos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.