“Angola destaca-se como único país da região da SADC [Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral] que adquiriu na totalidade, com financiamento do Orçamento Geral do Estado, as 12 vacinas do calendário nacional de vacinação que protege 13 doenças em menores de 05 anos”, lê-se numa nota divulgada hoje pela embaixada angolana em Berlim.

Citando declarações da ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, que falava durante um encontro de alto nível entre o Ministério da Saúde e o Fundo Global, a embaixada diz que “Angola foi, dentre outros, o que mais investiu nas vacinas com o apoio do sistema das Nações Unidas”.

Ainda assim, reconheceu a governante, “o acesso da população à prestação de saúde ainda é limitado, devidos às barreiras geográficas, económicas, sociais, culturais e de organização que impedem as pessoas de acederem e utilizarem plenamente os serviços de saúde existentes”.

O Governo angolano, salientou, “está a envidar esforços de aumentar a curto e médio prazo o orçamento para o setor da saúde, de forma a assegurar e estender os serviços a todo país”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.