Estima-se que em Portugal existam cerca de 200 000 Pessoas com Demência e que esse número irá triplicar até 2050, chegando a mais de meio milhão de pessoas em Portugal e a cerca de 135 milhões em todo o mundo.

No mês em que se assinala o Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer, a 21 de setembro, a Alzheimer Portugal lança uma campanha solidária onde pretende apresentar-se como um “recomeço” com que as pessoas podem contar, após conhecerem o seu diagnóstico, ou do seu familiar e dar a conhecer os seus serviços, ao mesmo tempo que chama a atenção para os sinais de alerta e importância do diagnóstico precoce, tendo sempre presente o objetivo de conseguir uma sociedade mais amiga das Pessoas com Demência.

Contando já com quase 4000 Amigos na Demência registados no site, a Alzheimer Portugal volta a convidar os portugueses para aprender mais sobre demência.

Sabe quais são os sinais de alerta? Em que é que a Associação pode ajudar?

A demência é causada por doenças do cérebro, sendo a Doença de Alzheimer a forma mais comum de demência, constituindo cerca de 60% a 70% de todos os casos.

A palavra demência é utilizada para descrever um grupo alargado de sintomas, que podem incluir a perda de memória, dificuldades de raciocínio e de resolução de problemas, assim como alterações da linguagem, do humor ou do comportamento.

Estas mudanças são pequenas ao início, mas com o tempo tornam-se suficientemente graves para afetar o dia a dia da pessoa com demência.

Constituída especificamente para promover a qualidade de vida das Pessoas com Demência, dos seus familiares e cuidadores, a Associação conta já mais de 30 anos e um leque de serviços que, em 2019, chegou a quase 7 000 beneficiários diretos.

Ana Bola, Ivo Canelas, Mariama Barbosa, Rita Brutt, Sandra Santos, Sara Norte e Vitor Norte, são as caras desta campanha que irá ser lançada em setembro, onde surgem imagens que parecem ser de despedida, mas que acabam por se transformar em recomeços, indicando que a Alzheimer Portugal está disponível para ajudar no recomeço após o diagnóstico.

Quanto mais cedo forem detetados sinais, mas cedo se pode obter o diagnóstico e mais facilmente se pode contribuir para retardar os seus sintomas. Pessoas mais novas também podem desenvolver demência e podem continuar a viver bem durante vários anos, quando a demência é detetada em fases iniciais.

A Alzheimer Portugal tem um papel muito importante, mesmo antes do diagnóstico. Um dos objetivos da Associação é informar e consciencializar para a temática, chamando a atenção para os sinais de alerta e diagnóstico precoce.

Já depois do diagnóstico, a Associação tem também um papel muito importante, quer com a própria pessoa, quer com a família, desde aconselhamento psicológico, estimulação cognitiva, grupos de suporte, entre outras.

A campanha surge da ideia de um grupo de amigos, Graça Sacramento e Isaac de Oliveira, Produtores, e Gonçalo Carvoeiras, Realizador, que se mostraram disponíveis para desenvolver uma campanha para a Alzheimer Portugal - um vídeo principal e outros com testemunhos de pessoas reais.

Ana Bola será a “madrinha” da campanha e, juntamente com os outros atores, participará no spot publicitário.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.