Causada pela deficiência de vitamina C, a condição era uma "maldição" comum - e muitas vezes fatal - para os marinheiros que passavam longos meses em alto-mar sem consumir frutas nem vegetais frescos.

Considerado atualmente uma doença rara, o escorbuto ressurgiu na sequência de maus hábitos alimentares continuados, segundo a médica Jenny Gunton, que dirige o Centro de Investigação sobre Diabetes, Obesidade e Endocrinologia do Instituto Westmead em Sydney. A clínica e investigadora redescobriu a doença após observar feridas que não cicatrizavam em vários pacientes.

"Quando lhes perguntei sobre as suas dietas, uma pessoa disse que comia poucas frutas e vegetais frescos e o resto comia quantidades adequadas de vegetais, mas cozinhavam-nos demais, destruindo a vitamina C", disse a cientista. "Isso mostra que uma pessoa até pode ingerir muitas calorias e mesmo assim não receber os nutrientes suficientes", acrescentou.

O diagnóstico de escorbuto em 12 pacientes foi feito com base em exames de sangue e sintomas. Todos ficaram curados a partir da ingestão de boas quantidades de vitamina C.

Riscos da falta de vitamina C

A falta de vitamina C pode levar a uma formação deficiente de colagénio na organismo, causando hematomas, sangramento nas gengivas, manchas vermelhas na pele, dores nas articulações e dificuldades de cicatrização. Entre os alimentos que evitam o aparecimento do escorbuto estão as laranjas, morangos, brócolos, kiwis, pimentão e toranja, mas a sua cozedura excessiva pode destruir nutrientes essenciais.

Gunton, que publicou a investigação na revista Diabetic Medicine, informa que os doentes obesos ou com excesso de peso também podem vir a sofrer da patologia.

O artigo relata que não há nenhum padrão social na incidência da doença e que os pacientes com dietas pobres parecem ter origens socioeconómicas variadas. "Esse resultado sugere que, apesar da grande quantidade de recomendações de dieta, ainda há muitas pessoas (...) que não estão a receber as mensagens", comenta Gunton. "O corpo humano não consegue sintetizar vitamina C, por isso temos de comer alimentos que a contenham", advertiu ainda.

Veja ainda: Estes são os 20 vegetais mais saudáveis