Nas redes sociais, são muitas as celebridades que defendem a prática de treinos muito intensos e de curta duração. Uma tendência que também está a conquistar muitos anónimos. "O treino de alta intensidade e de curta duração tem como objetivo principal acelerar o organismo para incinerar calorias", começa por explicar Duarte Galvão, fisioterapeuta e docente de fisiologia do exercício na Escola Superior de Saúde Egas Moniz, no Monte da Caparica.

"Para tal, temos de monitorizar o corpo através da frequência cardíaca. É este o velocímetro do corpo. Se acelerar o corpo, ele vai queimar mais calorias, assim como um carro vai queimar mais combustível quando acelera. Logo temos de manter a frequência cardíaca dentro de uma janela de esforço indicada para o nosso objetivo", acrescenta o especialista.

"Este tipo de treino acelera o gasto de calorias, mas também vai exigir que o seu corpo saia da zona de conforto. Verifique com seu médico e treinador se tem capacidade física prévia necessária, antes de assumir o desafio. Em geral, este treino tem uma duração entre 45 e 60 minutos e caracteriza-se pela alta intensidade durante todo este tempo", refere Duarte Galvão.

"A frequência semanal mais comum são três a quatro vezes, intercalando dias de treino com as pausas necessárias para a recuperação. Faça constantes reavaliações do seu estado físico, pois pode necessitar de alterar o seu plano de treino para continuar a melhorar", aconselha o professor de fisiologia do exercício.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.