Reconhece esta situação? Quer perder peso, inscreve-se no ginásio e começa seguir um plano de treino. Inicialmente o peso desce, a composição do corpo altera-se e tudo parece correr bem.

Contudo, com o passar das semanas a situação o peso estagna, a composição corporal por vezes piora e o que parecia estar a correr tão bem torna-se num pesadelo.

Esta é uma situação bastante comum e desmotivante, que impede muitas pessoas de alcançar os seus objetivos, levando à desistência.

Não desespere, ainda há esperança! Seguem as 3 principais razões para os resultados não aparecerem:

1. A alimentação não acompanha o exercício

Muitas pessoas começam um plano de exercício físico sem terem cuidado com o plano alimentar.

A ausência de um plano alimentar pode levar à estagnação de resultados, sendo necessário ajustar o plano alimentar ao plano de exercício.

Outras pessoas apesar de comerem saudável não tem um plano alimentar estruturado. Desta forma acabam por compensar o gasto energético produzido pelo exercício, com mais comida.

Mesmo com comida saudável os resultados estagnam. A solução é alterar o plano alimentar na medida das calorias necessárias para que possam continuar a existir resultados.

Por fim ainda existe aquele grupo de pessoas que come pouco comprometendo o seu metabolismo. É de extrema importância ingerir a quantidade de alimentos suficiente para que o corpo funcione na perfeição.

2. A intensidade do exercício não é suficiente

Um dos erros mais comuns no que toca ao exercício é a falta de intensidade na sua execução.

No início de qualquer plano de exercício e independentemente da intensidade com que o exercício é efetuado, os resultados aparecem.

No entanto, se o corpo já está habituado a determinados exercícios, a determinada carga, ou a determinada intensidade, os resultados teimam em não aparecer, tornando-se necessário sair da zona de conforto.

À medida que o corpo se adapta é necessário produzir novos estímulos, mudar o plano de treino, aumentar as cargas e por fim treinar com mais intensidade e afinco.

3. Falta de descanso

Com a motivação característica de quem está a fazer algo novo e não quer falhar em nada, existe a tendência para cair numa espiral de excesso de treino.

A ambição de querer obter resultados demasiado rápidos leva muitas pessoas a pensar que treinar mais vezes e  durante mais tempo promove mais resultados.

Mas nem sempre mais é melhor! O descanso é parte vital do progresso.

Grande parte do progresso acontece quando repousamos, permitindo ao corpo realizar as adaptações necessárias para recuperar.

O excesso de treino ou ausência de descanso por razões pessoais ou profissionais pode  levar a um bloqueio de progresso.

A solução passa por tirar uns dias de descanso, aumentar o consumo calórico e se possível mimar-se com um fim-de-semana sem stress, onde uma ou mais massagens estão incluídas.

Contudo, as razões para os resultados terem estagnado podem variar bastante de pessoa para pessoa. Se já esgotou as 3 hipóteses anteriores a melhor opção é procurar ajuda de alguém com mais experiência. Se for o seu caso, tenha em conta que a melhor opção é procurar aconselhamento especializado.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.