A Prova dos Dois Douros – La Cata de los Dos Sueros – consistiu numa prova cega dos 30 melhores vinhos tintos (15 de cada país) produzidos nas margens do rio Douro. Um painel de 10 provadores, 5 de cada nacionalidade, compareceu à chamada das duas revistas a 27 de Setembro último, no Vintage House Hotel, no Pinhão, tendo o Douro como cenário.
O resultado foi a eleição do Quinta Sardonia Ribera Del Duero 2003 como o melhor vinho do Douro, com 94 pontos em 100. Apesar de ser um vinho relativamente desconhecido em Portugal, o Sardonia é uma criação do enólogo Peter Sisseck, famoso pelo vinho Pingus, um dos mais caros do mundo.
Apesar de o vencedor ser espanhol, os vinhos portugueses obtiveram uma classificação global mais positiva (89,4 pontos contra 88,33 de pontuação do outro lado da fronteira) os vinhos portugueses alcançaram um segundo lugar com o Pintas 2003; dois terceiros com o Quinta do Vallado Reserva 2003 e o Lavradores de Feitoria Grande Escolha 2003, além de um quarto lugar e quatro quintos lugares. Um resultado final bastante gratificante, visto que a produção de vinhos de mesa de qualidade no Douro está bastante mais avançada na vizinha Espanha.
Esta é a segunda vez que se realiza a Prova dos Dois Douros. A primeira ocorreu em Tordesilhas, em 2004.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.