Há muito que a Casa Niepoort cultiva as parcerias artísticas, com pintores, músicos ou designers. Seja nas edições de Nat Cool, com as ilustrações de rótulos das garrafas, seja em colaborações artísticas que a Niepoort escolhe para se associarem a lançamentos, a casa nascida no Douro abriu-se sempre a outras áreas de criação. Desta feita, 2022 vai juntar de novo dois maestros de áreas diferentes: Dirk Niepoort, do mundo do vinho, e Pierre Aderne, do mundo da música. Este mês e até março, no Porto e em Lisboa, os Coliseus acolhem espectáculos da Rua das Pretas, em que serão servidas “músicas engarrafadas”. Os participantes vão poder ouvir música como se estivessem na sala da sua casa, de copo de vinho na mão. O vinho que vai embalar essas músicas lusófonas é o Nat Cool Dão 2020, uma edição limitada para a Rua das Pretas, que já está incluída no valor do bilhete para o concerto.

Os vinhos da Niepoort vão dar música em concertos nos coliseus do Porto e de Lisboa
Concerto Rua das Pretas.

Este vinho descomplicado, versátil, elegante e fresco, reflexo do terroir nas encostas da Serra da Estrela em que é feito, poderá ser apreciado já no dia 26 de janeiro no Coliseu do Porto. Será a estreia do grupo Rua das Pretas no Coliseu na Invicta, cidade mais próxima do Douro, que Dirk Niepoort habita há cinco gerações. Dentro de um Coliseu em formato de arena de circo, limitado a mil lugares, para preservar o ambiente intimista do projecto Rua das Pretas, decorrerá o concerto, de copo de vinho na mão. De uma garrafa Niepoort de 18 litros – uma garrafa Melchior - brotará vinho para todos os que quiserem beber um copo ao som da música.

Esta parceria artística tem contornos mais profundos. Para levar mais longe a ideia de “um álbum em forma de garrafa”, no rótulo desta edição limitada encontra-se um QR Code através do qual se acede ao álbum de música. Neste “Um copo de fado, dois de bossa nova - Magnum Edition”, encontra-se uma compilação de temas dos dois primeiros álbuns da Rua Das Pretas — incluindo canções do primeiro “The Wine Álbum”, idealizado por Pierre e Dirk na Quinta de Nápoles e gravado em Nova Iorque em 2018 - e quatro temas inéditos, que só se encontram nesta garrafa de vinho. Em vez de uma mensagem dentro da garrafa, temos música. E vinho, claro.

Os vinhos da Niepoort vão dar música em concertos nos coliseus do Porto e de Lisboa

A Nat Cool Song – tema de que Dirk Niepoort é coautor, juntamente com Pierre Aderne, Brian Cullman e Tanner Walle - também se encontra no álbum. A canção casa agora com esta edição Nat Cool Dão 2020, um vinho leve, de 12,5 ºC, com notas de frutos silvestres (amoras e groselhas) e nuances de notas balsâmicas (características da Tinta Pinheira) que revela na boca elegância, vivacidade e boa acidez, dadas pela casta Baga.

O rótulo da garrafa contém uma outra obra artística: uma xilogravura do artista plástico brasileiro Rubem Grilo, criada exclusivamente para o projecto. Somam-se assim várias razões de peso que fazem desta edição de vinho um objecto de colecção. Afinal, não é todos os dias que se encontra uma garrafa com música dentro. E se celebra o encontro de dois compositores, o de vinhos e o de canções.

Os vinhos da Niepoort vão dar música em concertos nos coliseus do Porto e de Lisboa

“Desde o nosso primeiro encontro, em 2009, que sinto afinidade artística com o Pierre Aderne, do ponto de vista criativo, já que pensamos da mesma forma em vários temas”, afirma Dirk Niepoort, que lidera a Casa Niepoort, quinta produtora de vinhos desde 1842. “Fazer o Wine Album fez todo o sentido em 2018, e agora servir o Nat Cool Dão nos concertos dos Coliseus da Rua das Pretas faz exactamente o mesmo sentido".

O músico Pierre Aderne concorda em absoluto: “Fazermos estes concertos e servirmos música engarrafada é uma forma diferenciadora de unir várias artes. Quando chegarmos às 5000 garrafas vendidas de Nat Cool Dão edição Rua das Pretas, atingiremos a marca do disco de ouro. Perdemos o formato CD, mas corremos o risco de ganhar o disco de ouro com esta música engarrafada”.

Desta filosofia da Niepoort, sempre atenta a associações artísticas em linha com os valores da Casa, nasce mais esta bela parceria. De janeiro até fim de março, o público vai poder ouvir e beber as composições destes dois artistas do vinho e da música.

Datas dos concertos Rua das Pretas:

Coliseu Porto: 26/01 | 8/02 | 21/02 | 14/03 | 28/03

Coliseu Lisboa:  1/02 | 15/2 | 28/2 | 21/3

Preços dos bilhetes Concert + Wine (concerto + um copo de vinho): entre 25 e 35 euros. Os bilhetes “Arena VIP“, limitados a 40 pessoas, permitem estar sentados no palco junto aos artistas – 35 euros.

PVP do vinho Nat Cool Dão 2020: 10 euros.

O vinho encontra-se à venda nas principais garrafeiras do país

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.