A Wines by Heart é um projeto de garrafeira com “wine experience” de Guilherme Corrêa, Igor Beron e Rômulo Mignoli, que será inaugurado no último trimestre deste ano, na Avenida da Liberdade, 203, no coração de Lisboa.

Um dos pilares desta nova casa de vinhos, passará por garantir que algumas das melhores referências estrangeiras se poderão encontrar ali. Para já está assegurada a importação e distribuição exclusiva de alguns dos mais concorridos produtores de vinho da Europa e do Novo Mundo.

Esqueça os clichés. Os melhores vinhos para cada peixe
Esqueça os clichés. Os melhores vinhos para cada peixe
Ver artigo

Num primeiro momento, a Wines by Heart conta com 170 referências de 23 produtores de países como França, Itália, Espanha, Alemanha, Chile, Austrália e Estados Unidos. Néctares entusiasticamente avaliados por influentes críticos especializados.

De França, a garrafeira contará com nomes como a Louis Michel & Fils, de Borgonha (Chablis), a Vincent Pinard, do Loire (Sancerre), a Vilmart & Cie, de Champagne, ou o Domaine Chapel, de Beaujolais.

De Itália, farão parte do acervo marcas como a Ferrari, de Trentino, Gravner (Friuli Venezia Giulia), Barale Fratelli, de Piemonte, Soldera e Isole e Olena, da Toscana, entre outras.

Lisboa: Wines by Heart a nova garrafeira promete o melhor deste mundo e do outro

Espanha estará presente com as marcas Dominio del Águila, de Ribera del Duero, e La Rioja Alta, da Rioja. Da Alemanha estarão presentes os vinhos Markus Molitor, de Mosel, e Wittmann, de Rheinhessen.

Do Chile, haverá vinhos De Martino, da região de Maipo; dos Estados Unidos, estarão presentes as casas Evening Land, do Oregon, e Pax, da Califórnia; e finalmente, da Austrália, integrarão o acervo os vinhos Ochota Barrels, de Adelaide Hills, e Timo Mayer, da região de Victoria.

Guilherme Corrêa, um dos fundadores deste projeto, tornou-se o primeiro sommelier brasileiro a formar-se no exterior, na Associazione Italiana Sommeliers, seção territorial da Toscana. Consagrou-se campeão brasileiro de sommeliers em 2006 e 2009.

Entre as diferentes distinções recebidas, a do melhor sommelier de toda a América Latina no Iº “Mejor Sommelier de las Américas” e eleito pela revista Meininger’s Wine Business International como “Melhor Sommelier” do Brasil.

Igor Beron foi dos pouquíssimos a conquistar, antes dos 30 anos, dois dos mais importantes títulos no mundo do vinho: o Diploma da WSET® Wines and Spirit Education Trust em Londres e o Master of Wine Business na reputada University of Adelaide, na Austrália, onde também trabalhou numa das garrafeiras mais conceituadas do país.

Por seu turno, Rômulo Mignoni formou-se em Administração de Empresas - Gestão Mercadológica, pela Escola Superior de Propaganda e Marketing de Porto Alegre, no Brasil. Sempre esteve ligado aos negócios da família, relacionados com as indústrias de vinho e supermercados, tendo assumido em 2008 a gestão das operações de vinhos, mercado ao qual dedicou a maior parte da sua carreira.

Também dedica parte do seu tempo ao estudo do vinho, tendo obtido em 2016 o certificado WSET LEVEL 3 em vinhos e destilados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.