A segunda edição da Oktober Festa acontece entre as 14h00 e as 02h00 de 20 de outubro, e terá dezenas de variedades diferentes de cervejas para experimentar, desde as mais refrescantes lagers às mais complexas stouts, passando pelas aromáticas IPAs, as desafiantes Sours ou a Marzen (a cerveja típica das Oktoberfest).

Novidade este ano, será também o lançamento de três criações colaborativas com cervejas artesanais nacionais: a nortenha Letra, a lisboeta Oitava Colina a alentejana Barona.

Em Almada os petiscos e a cerveja vão estar a três euros a dose
Em Almada os petiscos e a cerveja vão estar a três euros a dose
Ver artigo

A Oktober Festa contará ainda com uma conversa informal sobre o novo universo cervejeiro artesanal e uma prova comentada das cervejas colaborativas criadas de propósito para o evento.

Acompanhando o ritmo eclético da cidade, a música vai cruzar os diversos cantos que compõem hoje o mapa da cidade, do world, à funk, da soul ao brass, com as escolhas musicais de DJ Quesadilla, Silk (frontmen dos Cais do Sodré Funk Connection), Pedro Primo Figueiredo, Johnny Chase e Abel Santos.

Flama, Fuego y Sangre (La Flama Blanca, Sean Riley e Legendary Tigerman) traçam o percurso entre os narcocorridos mexicanos a cumbia latino-americana. Nuno Dias, Pedro Paulos e Daniel Belo revelam as pérolas mais interessantes da música que se espalha entre a internet e a rádio. No campeonato dos concertos, actuações da Party Brass Band, Andrew White e Funky Division.

Fisicamente vizinhas e companheiras no mundo da cerveja artesanal, a união entre as três cervejeiras tem como missão reviver a história secular de Marvila Velha, outrora casa de um sem número de indústrias lisboetas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.