O chefe de cozinha José Avillez (duas estrelas Michelin no restaurante Belcanto) junta-se a alguns dos nomes maiores da gastronomia internacional ao receber, este 5 de fevereiro, o prémio máximo da Academie Internationale de Gastronomie (AIE), o Grand Prix de L'Art de La Cuisine, cuja primeiro atribuição data de 1990.

Quem venceu nos últimos 10 anos o Grand Prix de L'Art de La Cuisine?

2017 Enrico Crippa, Ristorante Piazza Duomo (Itália)

2016 Yannick Alleno, restaurante Ledoyen (França)

2015 Benoît Violier, restaurante Crissier (Suíça) / Alex Atala, restaurante DOM (Brasil)

2014 Grant Achatz, restaurante Alinea (Estados Unidos da América)

2013/2012 René Redzepi (Dinamarca)

2011 Joan Roca (Espanha)

2010 Massimo Bottura (Itália)

2009 Eric Frechon (França)

2008 Alain Ducasse (França)

“Agradeço à Academia Internacional de Gastronomia esta distinção. Temos trabalhado com o objectivo de promover a gastronomia Portuguesa no mundo e este prémio é um importante reconhecimento do caminho feito. Certamente ajudará a dar ainda mais visibilidade à cozinha Portuguesa”, afirmou José Avillez, sensibilizado com a atribuição deste prémio, por muitos considerado um dos mais importantes na área da gastronomia. “É com muita satisfação que recebo o Grand Prix de L’Art de la Cuisine e me junto a um grupo de chefes, onde encontro tantas das minhas referências”, acrescentou.

Antes do português, já Alain Ducasse, Massimo Bottura, Joan Roca, Marc Veyrat, René Redzepi, Alex Atala, foram galardoados com este prémio atribuído por uma das mais prestigiadas entidades internacionais ligadas à gastronomia.

De acordo com comunicado emitido pela  Academia Portuguesa de Gastronomia , entidade que em Portugal representa a AIE, este prémio "vem definitivamente colocar a gastronomia portuguesa ao lado das melhores do mundo, provando que o trabalho iniciado há alguns anos por esta nova geração dos chefes portugueses está a ser consagrada além fronteiras ao mais alto nível".

Ainda no que respeita aos prémios nacionais, confirmados pela Academia Internacional de Gastronomia, foram galardoados Pedro Pena Bastos (Chefe de l’Avenir), Gabriela Marques (Prix au Sommelier), George Mendes com o livro "My Portugal" (Prix de Literature Gastronomique) e Leonardo Pereira com o programa de televisão “Chef de Raiz” (Prix Multimedia).

A Academia Internacional de Gastronomia (Académie Internationale de la Gastronomie) tem por objetivo promover as cozinhas nacionais e regionais e a sua herança cultural por todo o mundo, encorajando, também, a cozinha contemporânea e a criatividade.

Quinta das Lágrimas

Presente em todos os continentes, a Academia investiga assuntos relacionados com a gastronomia e a nutrição no panorama internacional, está envolvida em numerosas iniciativas culturais, educativas e de regulação do sector e promove a investigação científica, demonstrando as qualidades específicas de alimentos e ingredientes oriundos de diferentes países e heranças culturais.

Anualmente, atribui quatro grandes prémios – o Grand Prix de l’Art de la Cuisine, o Grand Prix de la Culture Gastronomique, o Grand Prix de la Science de l’Alimentation e o Grand Prix de l’Art de la Salle - com o objetivo de recompensar o trabalho das personalidades e instituições mais relevantes no mundo da Gastronomia e Alimentação.

Recorde-se que José Avillez, para além do restaurante Belcanto conta, ainda, na capital com os restaurantes Cantinho do Avillez, Beco, Pizzaria Lisboa, Cantina Peruana, Café Lisboa e o Bairro do Avillez.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.