A 13 de março, o Grupo José Avillez confirmava o encerramento temporário dos restaurantes em Lisboa e no Porto, Beco, Cantina Peruana, Rei da China e Mini Bar Porto, por força da crise desencadeada pelo COVID-19.

Agora, a 15 de março, em comunicado, o Grupo José Avillez anuncia o encerramento temporário da maioria dos restaurantes do chefe de cozinha e empresário da restauração, nomeadamente: Belcanto, Café Lisboa, Beco, Mini Bar (Chiado e Porto), Cantinho do Avillez (Chiado, Parque das Nações, Cascais e Porto), o Rei da China, a Cantina Peruana. O Canto, inaugurado há poucas semanas com a curadoria de Ana Moura e António Zambujo, encerra temporariamente a partir de 19 de março.

COVID-19: Milhares de restaurantes encerram portas de norte a sul do país
COVID-19: Milhares de restaurantes encerram portas de norte a sul do país
Ver artigo

Entretanto, o Bairro do Avillez, na capital, mantêm-se de portas abertas, obedecendo às diretivas do Governo que obrigam a reduzir em um terço o número de lugares nos estabelecimentos de restauração, assim como a Pizzaria Lisboa. Em funcionamento ficam também os espaços geridos no El Corte Inglés (Tasca Chic, Jacaré e Cascabel).

Estes encerramentos visam “participar nos esforços nacionais para combater o COVID-19”, adianta o comunicado.

Uma decisão “de consequências imprevisíveis”, sublinha o Grupo José Avillez: “o momento dramático que atualmente o mundo enfrenta pela propagação do COVID-19 abalou-nos fortemente, pois empregamos centenas e centenas de pessoas”.

Ainda a propósito dos encerramentos temporários, frisa o comunicado: “a situação será reavaliada quando possível. A saúde e segurança de todos é a nossa prioridade”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.