Um amigo em comum apresentou José Avillez a John Bergman, cofundador e CEO da 'WorldClass', uma empresa de venda de produtos alimentares de alta qualidade - oriundos de vários países - nos Estados Unidos, estando assim dado o pontapé de partida para a entrada de produtos portugueses nessa plataforma.

"Com o interesse nos produtos portugueses, (...) o John contactou-me e eu comecei a ajudá-lo na escolha de produtos portugueses e na identificação de pessoas que o poderiam ajudar", começou por explicar José Avillez.

De acordo com o 'chef' português, o projeto ainda está no início, mas o principal critério para a entrada dos produtos neste universo é a "qualidade e a capacidade de serem exportados".

Neste momento, estão representados no 'site' da 'WorldClass' produtos de Portugal, Argentina, Chile e Uruguai, e entre os artigos portugueses figuram dois queijos (São Miguel e Famoso) e o polvo, que é, de resto, o produto mais procurado, segundo Avillez.

"Estes produtos [representados no 'site'] entram em algumas das minhas recomendações, mas a ideia é, dentro do que é possível exportar para os Estados Unidos, poder levar mariscos, sal, chá, mais queijos, entre outros", explicou.

Numa introdução aos clientes, a 'WorldClass' descreve Portugal como um país a "descansar na costa do Oceano Atlântico, que abriga algumas das melhores áreas de colheita do mundo", acrescentando que "a água, a terra e os produtores resilientes de Portugal são bem conhecidos pela sua limpeza, sustentabilidade e produtos incríveis".

Nesta fase do projeto, os clientes finais são restaurantes e lojas 'gourmet', sendo que o transporte dos produtos é em frio ou congelado.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.