O sono é o remédio mais natural e barato que pode existir. E o período da noite, ou do sono, é fundamental para o nosso bem-estar e para uma saúde equilibrada. Porquê?

Porque é durante o sono que o nosso corpo descansa e recupera das agressões e esforços que promovemos durante o dia. É durante a noite que o nosso corpo promove, naturalmente, a desintoxicação máxima dos órgãos excretores e de limpeza, designadamente o fígado, a vesícula, o pulmão e os intestinos. Assim, permite restabelecer o correto funcionamento do nosso corpo, isto, para além de ser durante o sono que assimilamos e processamos emoções e memórias.

Segundo a American Academy of Sleep Medicine’s, uma insónia caracteriza-se pela “dificuldade persistente com o início, duração, consolidação ou qualidade do sono”. Na verdade, a ação de adormecer é uma equação que acontece quando vários critérios se reúnem. Existe uma coordenação do nosso sistema nervoso central com vários órgãos, com especial incidência para o cérebro.

Por que razão o sono pode ser o remédio mais natural e barato que existe?
créditos: Bruce Mars/Unsplash

Algumas das causas das perturbações do sono passam pela ansiedade, depressão, preocupações contextuais, dificuldades digestivas ou mesmo situações de luto. E as perturbações do sono impactam diretamente o funcionamento de diferentes órgãos e sistemas do corpo humano, designadamente o sistema nervoso, digestivo e imunitário.

Assim, quais são os principais sintomas associados a dificuldades no sono?

Se não dorme com qualidade, é frequente registar o aumento da irritabilidade, perturbações do humor, dores de cabeça, cansaço, dificuldades de concentração, alterações de memória,  cravings (desejo incontrolado) alimentares, digestões difíceis ou mesmo prisão de ventre ou diarreia.

E que consequências diretas podemos esperar após uma má noite de sono?

A ausência de um sono reparador e profundo induz alterações no funcionamento do nosso cérebro e sistema nervoso central. Após uma má noite de sono a apetência dos doces, comida com elevado índice glicémico, fritos, hidratos de carbono simples (ex: massas, pão) é maior do que se tiver descansado corretamente. Para além disto, comprova-se que, em situações de privação do sono, sabores salgados e doces são os mais desejados, devido às alterações do sabor provocadas pela privação do sono e efeitos cerebrais de perceção dos alimentos.

Sabe como cuidar dos seus rins? Conheça o top 3 de alimentos amigos deste órgão
Abacate, um dos alimentos amigos de um sono reparador. créditos: Louis Hansel/Unsplash

Sabia que basta uma noite com perturbações do sono para aumentar os níveis de cortisol até 45%, em 23h?

Assim, os principais fatores que contribuem para sonos reparadores são a alimentação, o ambiente e as rotinas.

Quais os cinco alimentos que o vão ajudar a para promover uma boa noite de sono?

- Cereais Integrais, especialmente o arroz integral e a aveia pela presença de magnésio e triptofano;

- Grão, pois exibe um bom aporte de triptofano;

- Abacate, já que pela elevada presença de vitamina B ajuda a promover a saúde das células cerebrais;

- Nozes, ricas em zinco e magnésio;

- Sementes de abóbora, com um aporte de magnésio bastante importante para a regulação do sono.

Consome com frequência estes alimentos?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.