Desde os primórdios do projeto, ainda em formato supper club em casa de um dos fundadores, que a filosofia Ajitama passa por fazer tudo de raiz, desde os caldos cozinhados, alguns deles por pelo menos 18 horas, aos temperos caseiros. A única exceção eram os noodles, até aqui importados do Japão, mas que a partir de agora passam também a ser feitos de forma artesanal no restaurante.

Esta novidade é celebrada no novo restaurante Ajitama, que os fundadores gostam de ver como um Noodle Temple, um espaço decorado com uma intrincada estrutura de madeira inspirada nesse que é um dos ingredientes fundamentais do ramen. Ao todo são 267 peças de madeira, cortadas em tamanhos diferentes, para dar vida a um espaço que nos transporta imediatamente para o Japão.

“Após quase quatro anos a servir diariamente o nosso Ramen, sentimos que havia oportunidade para estendermos a nossa oferta a outras zonas da cidade, onde a presença deste produto não é tão proeminente, como é o caso do eixo Cais do Sodré – Chiado. Acresce que nesta localização podemos captar duas tipologias de clientes que raramente visitam o nosso primeiro restaurante: algum público turista, assim como clientes que vão sair à noite e procuram um bom restaurante para descontrair antes de seguirem para os bares ou discotecas”, explicam António Carvalhão e João Azevedo Ferreira, sócios e cérebros criativos, cuja obstinação e paixão pela cultura nipónica estão na base da precisão quase obsessiva de cada taça de ramen preparada na cozinha do Ajitama.

Sabe o que é um Kashunattsu Tantanmen? Esta na carta de um novo templo do ramen em Lisboa
créditos: Arnaldo Cellani Junior

No Ajitama, a missão de recriar o autêntico ramen japonês é levada a sério: os caldos são preparados de acordo com os métodos tradicionais, os toppings são os utilizados um pouco por todo o Japão e até os noodles são feitos, como manda a regra, com água alcalina – é este o “segredo” que lhes confere a sua textura característica e que suporta as temperaturas elevadas dos caldos fumegantes.

A inauguração do novo espaço coincide com o lançamento de algumas novidades no menu. Uma delas é o Kashunattsu Tantanmen, ramen picante que tem como base uma complexa união entre caldo Pai Tan e sementes de sésamo torradas, que se funde com o molho picante caseiro e é acompanhado com ovo Ajitama, Niku-miso (carne picada picante), negi (cebolo japonês), cebola roxa e cajus torrados.

Há também notícias para a comunidade vegana, com o primeiro ramen Ajitama totalmente de origem vegetal, o Rustic Vegan. Este é um ramen cremoso com um caldo feito à base de miso vermelho e branco e soja, ao qual se juntam tofu envolto em couve roxa e rebentos de soja, flor de lótus, cenoura baby, cogumelos e alga nori.

Ajitama
créditos: Arnaldo Cellani Junior

Na carta também se encontram alguns dos ramens-assinatura do Ajitama, como o Miso, originário do norte do Japão, o Shoyu, o mais popular entre os japoneses, ou o Hakata Tonkotsu, a grande especialidade da casa. Na secção Kids, há também um Shoyu Kids que promete transformar os mais pequenos em verdadeiros ramen lovers.

Outra das novidades do menu pode ser descoberta logo nas Entradas. Os novíssimos Padron Togorashi, pimentos padrón confecionados ao estilo nipónico, vêm juntar-se aos já clássicos Supaishi Ajitama (ovo Ajitama com picante caseiro), Nasu Dengaku (beringela no forno com miso) ou Gyozas (de frango ou vegetais). De volta está ainda o Agedashi Tofu, tofu japonês com cobertura crocante e condimentado com um molho caseiro à base de dashi.

Sabe o que é um Kashunattsu Tantanmen? Esta na carta de um novo templo do ramen em Lisboa
Arnaldo Cellani Junior

O menu é ainda complementado com as sugestões “Além do Ramen”, que incluem Chashu Don (barriga de porco em base de arroz), Gyudon (carne de vaca em base de arroz) e Japanese Curry, com frango e vegetais. Nas sobremesas, chamam a atenção dos mais gulosos a Tarte de abóbora Hokkaido, os Mochi, com vários sabores à escolha, o Bolo matcha com chocolate ou o Cheesecake de matcha.

Ajitama

Rua do Alecrim, n.º 47 A, Lisboa

Avenida Duque de Loulé, n.º 36, Lisboa

Contactos: tel. 967 761 997

Nas bebidas, destacam-se os cocktails de assinatura, com cinco novidades: o Rozumari (gin, toranja e alecrim), o Shiro Budo Gin (gin, vinho do porto branco, shochu, erva príncipe, uva verde e limão), a Sakerinha (de maracujá ou ananás, além da já existente de morango), o Kyuuri Dorinku (shochu, vodka, Lillet Blanc, pepino e limão) e o Yatagarasu (shochu, gin, Cynar, sumo de lima, hortelã, tomilho e cerveja).

A complementar a oferta estão cocktails clássicos, mocktails, uma completa seleção de sakés, destilados e cervejas, incluindo a cerveja artesanal Ajitama Kombu Biru, preparada com infusão de alga kombu e feita em exclusivo para o Ajitama. Nos vinhos, as referências são exclusivamente nacionais, proveniente de diferentes regiões.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.