Seja de manhã, de tarde ou à noite, o pão é um alimento que está sempre presente na casa dos portugueses. Este alimento, que foi trazido pelos romanos para a Europa, destaca-se pelas suas propriedades nutricionais e por ser uma ótima fonte de fibra.

“O pão em Portugal é extraordinário", diz o chef argentino, que afirma ser um grande apreciador do pão nacional pela sua variedade. "Temos desde a broa de Avintes ao pão alentejano, passando pelo bolo levedo e bolo do caco, que agora está muito na moda”, explica. “Não vou dizer que o pão português é o melhor do mundo porque na verdade isso não existe. O que existem são pães diferentes.”

Foi precisamente a pensar nesta diversidade que Chakall preparou três receitas de pão completamente distintas: uma focaccia (perfeita para petiscar antes do almoço), um pão de espinafres (ótimo para servir com salmão e queijo), e por fim o naan (um pão que se faz no momento).

“Muitas vezes as pessoas dizem que não tem pão em casa mas há pães que se podem fazer de forma rápida. O cheese naan indiano é uma ótima solução”, refere o chef que abriu as portas de sua casa para explicar como se fazem estas iguarias. Para aquelas pessoas que acham que fazer pão em casa dá trabalho e demora muito tempo, Chakall desfaz o mito. A única coisa de que precisa é de alguma paciência.

“Tudo tem o seu tempo. É preciso deixar levedar, levantar, baixar e depois tem que se voltar a amassar. Para além disso, é preciso ter sentimento e ter as mãos quentes. É muito importante ter uma boa temperatura nas mãos uma vez que as mãos frias não são boas para o pão.”

E o que pensa Chakall sobre o facto do pão ser considerado um inimigo da dieta? “Todos se queixam do pão (risos). Obviamente que o pão tem hidratos de carbono mas se as pessoas fizerem exercício é indiferente. Antigamente as pessoas comiam pão e não eram gordas. Tem mais que ver com o tipo de vida que levamos e com a quantidade que comemos.”

Para além de ser um bem alimentar bastante acessível, a verdade é que o pão pode ser utilizado para fazer imensa coisa: desde sobremesas a pratos principais. Se é daquelas pessoas que tem sempre imensas sobras de pão em casa mas lhe falta imaginação, o chef Chakall deixa uma sugestão deliciosa para os mais gulosos: pudim de pão.

“É preciso leite, ovos, açúcar, canela e restos de pão. Mistura-se os ingredientes, bate-se tudo muito bem, coloca-se num pirex que vai ao forno e está feito”, remata.

Fique com algumas das imagens do workshop dado por Chakall a propósito do 'Dia Mundial do Pão'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.