Considerada a mais bela e antiga cervejaria de Portugal, a Trindade está localizada no espaço ocupado há oito séculos pelo Convento da Santíssima Trindade. Fundado no final do século XIII, mais precisamente em 1294.

Agora, com quase 200 anos, chama-se Trindade, a Cervejaria Original de Lisboa, EST 1836. Ganhou tons de cobre lembrando a cerveja que sempre produziu e tons azuis como os azulejos que a tornam histórica, icónica e única; uma mudança de identidade que pretende dar à marca um caráter mais atual, reforçando a grandiosidade do seu património e relevância cultural. A nova imagem é inspirada nos arcos tão presentes no seu interior, e o novo posicionamento mais centrado na sua originalidade e em Lisboa.

O espaço da Trindade foi alvo de uma extensa remodelação e separa-se agora em duas áreas: o restaurante para uma experiência mais completa e a petiscaria com um ambiente mais informal e uma cozinha de petiscos a condizer.

Menu renovado

O menu da Trindade foi também revisitado e renovado. Com a assinatura do chef Alexandre Silva, mantêm-se os originais Bife à Trindade, Brás de Bacalhau e Mariscos. E juntam-se as novidades para partilhar: Paleta de Borrego, Cataplana de Peixe e Marisco e Polvo Assado no Carvão. Para petiscar a Trilogia de Queijos ou Charcutaria, o Mexilhão à Trindade e o Croquete da casa são algumas das opções. Para sobremesa, o Pudim de Cerveja ou o Arroz-Doce Queimado com Compota de Limão. Como de costume também estão presentes as cervejas artesanais Trindade. Segundo o chef Alexandre Silva “na Trindade servem-se pratos e petiscos originais de uma cozinha em bruto com ingredientes de grande qualidade, mas de confeção simples, saborosa e bonita”.

Os interiores foram concebidos pelo Atelier de Arquitetura Ana Costa. Para a arquiteta “intervir na Trindade é um exercício de humildade - no sentido de respeito pela sua história”. O espaço foi requalificado na sua escala “conventual”, restaurando os elementos que o caracterizavam e adaptado a uma vivência mais dinâmica, simples e confortável. As abóbodas originais, o espaço do claustro e os detalhes das cantarias foram recuperados. Todas as obras Keil do Amaral, frescos, azulejos e obras de arte mais emblemáticas da Trindade foram restauradas e mantidas.

Francisco Carvalho Martins, administrador do Grupo Portugália Restauração, o qual detém a cervejaria Trindade desde 2007, destaca que “esta nova identidade simboliza o renascimento de um monumento gastronómico de Lisboa e representa a grande ambição para o futuro".

Na Trindade encontra-se um legado de uma cervejaria que é também museu, com orgulho de ter sido um dos maiores Conventos da História de Portugal, que em 1836 se transforma na primeira Cervejaria do país.

Veja as fotos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.