Eles estão cada vez mais vaidosos e mais preocupados com a imagem e têm motivos e justificações para isso, como confirmam vários estudos internacionais. Estima-se, assim, que uma boa aparência física representa um aumento de 56% nas hipóteses de se ter sucesso. Êxito profissional e bons rendimentos são os atributos que surgem associados a um bom visual, o que faz da cosmética uma importante ferramenta de marketing pessoal.

30 novos perfumes para eles
30 novos perfumes para eles
Ver artigo

O paradigma mudou. Atualmente, como se pode constatar nas muitas publicações que são diariamente feitas nas redes sociais, são cada vez mais os homens que demonstram preocupar-se com a aparência e com o aspeto físico.

Muitos já seguem a moda e as tendências e, mesmo que não o admitam publicamente, ficam verdes de raiva cada vez que se deparam com uma nova ruga.

Apesar de pertencermos à mesma espécie, muitos aspetos distinguem homens e mulheres. Um deles é a própria pele. Embora também se divida em três categorias, seca, oleosa ou mista, a epiderme masculina é, regra geral, marcada pela oleosidade por razões hormonais. Estima-se que, ao contrário do que muitos podem imaginar, as glândulas sebáceas masculinas trabalhem cerca de 50% mais do que as femininas.

Esta especificidade cutânea requer cuidados especiais que a indústria cosmética já tratou de desenvolver. Desde a limpeza à hidratação, passando pela esfoliação e pelos cremes e tratamentos antirrugas, a oferta é vasta. Nos últimos anos, o número de marcas a lançar produtos de tratamento e de cuidado da pele masculina aumentou consideravelmente. O ex-futebolista David Backham, tornou-se mesmo numa espécie de embaixador.

As primeiras mudanças a fazer

A primeira mudança, tal como sucede nas rotinas de beleza femininas, deve ocorrer ao acordar. Em vez do habitual sabonete, que muitos usam, a limpeza do rosto deve estar a cargo de um produto próprio, adaptado ao tipo de pele, que além de limpar, permite desobstruir os poros e eliminar a oleosidade característica da pele masculina. Está, assim, desta forma, preparado o terreno para a fase seguinte, a do barbear.

Considerado por alguns um ritual e por outros um pesadelo, fazer a barba é, para os que não a deixaram crescer nos últimos anos, um mal necessário que muitas vezes deixa a irritação à flor da pele. Este ato agride a superfície cutânea. Por isso, escolher um creme com agentes calmantes e hidratantes torna-se essencial. Existem também fórmulas indicadas para pele sensível que previnem a irritação cutânea mais acentuada.

Pequenos truques que fazem a diferença

Selecionadas as ferramentas basta definir o momento para atacar a barba, após o banho, altura em que os poros estão mais dilatados e a remoção do pelo é facilitada. Molhar o rosto com água morna antes de aplicar o creme ou espuma de barbear é outra opção. Deve-se usar lâminas novas e sem irregularidades para evitar cortes e, por fim, enxaguar abundantemente o rosto para retirar os resíduos e limpá-lo com a toalha sem esfregar.

Novamente de cara lavada, como se costuma dizer, resta agora aplicar um hidratante (sob a forma de gel, creme ou loção) que, para além de refrescar, acalma e restabelece o equilíbrio cutâneo. Ainda em assuntos de barba, convém lembrar que existem cremes esfoliantes que, aplicados uma ou duas vezes por semana permitem eliminar as células mortas, combater os pontos negros e a oleosidade assim como facilitar a hidratação da pele.

Os adversários da beleza masculina

Uma agenda preenchida, o stresse e a inevitável poluição citadina são alguns dos obstáculos que enfrentamos diariamente. Embora a pele masculina pareça mais resistente, a verdade é que, com o tempo, os efeitos fazem-se sentir, sob a forma de olheiras, papos e rugas. Por isso é preciso, antes de mais, apostar na rotina, limpar e hidratar, repetindo o ritual matinal à hora de deitar, desta vez sem a dura etapa de barbear.

O hidratante, em creme, sérum ou gel, restabelece o equilíbrio da pele e prepara-a para o dia seguinte mas, na região ocular, pode não ser suficiente. Assim aconselha-se, a partir dos 20 anos, aplicar um creme de contorno ocular e, mal surjam as primeiras rídulas, optar por uma fórmula anti-idade. Outro bom antídoto para o envelhecimento é o hidratante com filtro solar e um creme anti-idade para uma acção mais eficaz.

Os cosméticos que os homens preferem

A família dos hidratantes inclui ainda fórmulas anti-stresse, purificantes ou enriquecidas com minerais que regeneram a pele, máscara, gel ou creme que protegem as zonas sensíveis do contorno ocular e combatem as rugas. Não pense que estrelas como George Clooney ou Brad Pitt têm um charme irresistível por milagre da natureza. Além da dieta equilibrada e do exercício físico, estes líderes dos ecrãs têm algumas armas secretas.

No rosto, contam com os cremes hidratantes, máscaras, esfoliantes que mantém o equilíbrio cutâneo e eliminam todos os sinais de cansaço, do stresse ou ainda da idade. No olhar, conseguem-no através de produtos que revitalizam o contorno ocular, anti-rugas e máscaras regeneradoras. No corpo, a ação localizada do creme ou gel tonificante refirma as zonas mais susceptíveis, como os abdominais, e elimina a flacidez.

E, quando os dias difíceis parecem estampados no rosto, o efeito é atenuado com um creme autobronzeador que garante o look saudável. Um pouco por todo o mundo, além das celebridades e das figuras públicas, são cada vez mais os cidadãos comuns que recorrem a este tipo de produtos para exibir um tom de pele com um ar dourado e saudável. As marcas de cosmética estão atentas e as novidades sucedem-se.

Texto: Manuela Vasconcelos e Luis Batista Gonçalves (edição digital)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.