A Wonther chegou ao mercado há dois anos e foi tempo bastante para a sua criadora perceber que as joias da marca não serviriam apenas mulheres.

Neste arranque de 2022, a marca nacional de joias éticas assume-se como “sem género”, disponibilizando uma gama mais abrangente de tamanhos nas suas criações e adotando uma comunicação em prol da igualdade e da inclusão.

“Associar géneros a peças de roupa, calçado ou, como neste caso, joias, nunca fez parte da nossa filosofia, embora a nossa comunicação e ações de marketing pudessem refletir isso. As nossas joias sempre foram usadas por todos, independentemente de se identificarem (ou não) com um género. Sabemos que esta forma de viver a marca deve refletir-se no tipo de produto que oferecemos, mas também na forma como nos posicionamos nas nossas plataformas de comunicação”, partilha Olga Kassian, fundadora da Wonther.

Além da readaptação das comunicações, a icónica hashtag #wontherwomen vai desaparecer e cabe, agora, aos clientes da marca escolherem a que que representará esta mudança e transmita a mensagem “as nossas joias são para todos que as quiserem usar”.

E para servir a qualquer pessoa, a Wonther vai alargar o universo dos tamanhos de anéis colares e pulseiras, para que estes possam englobar qualquer corpo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.