O Royal Ascot, conhecido pela excentricidade dos chapéus de muitas das convidadas, é um dos acontecimentos de maior prestígio da sociedade britânica. Mas ter sangue azul ou uma boa posição social já não são requisitos suficientes para assistir a estas corridas de cavalos. Este ano, as normas que dizem respeito ao dress code estão bastante mais exigentes, tendo sido proibida a entrada a homens que usem sapatos sem meias.

Às mulheres está vedado o uso de vestidos com o famoso decote bardot, popularizado pela atriz francesa Brigitte Bardot, um decote que deixa os ombros e o colo totalmente descobertos. Em edições anteriores, as regras com a indumentária eram apenas mais restritivas na zona conhecida como Royal Enclosure, o recinto que rodeia a Royal Box, onde se senta a rainha Isabel II, presença habitual no evento.

No entanto, os organizadores deixaram bem claro que, na próxima edição, agendada para 9 a 16 de junho, quem não cumprir o protocolo, independentemente da zona que lhe estiver destinada, verá vedada a sua entrada no recinto. Com efeito, o único detalhe de estilo permitido, este ano, aos homens será o uso de cartola preta ou cinzenta. Já não é, no entanto, a primeira vez que as normas de vestuário de Royal Ascot são noticiadas.

Na edição de 2017, os promotores da iniciativa permitiram às mulheres o uso de macacões e, pela primeira vez na história do evento, foi possível aos espetadores tirarem os casacos quando as temperaturas subiam. Ainda assim, para preservar a tradição, foram muitos os homens que não o fizeram. Usar sapatos sem meias é, atualmente, uma opção de estilo muito em voga em muitos países. Portugal não é exceção.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.