Os cabelos coloridos numa profusão de cores e de tons vão continuar em voga na próxima estação. "A fantasia continua a ser muito tendência e está cada vez mais acessível. As pessoas, atualmente, podem pintar o cabelo de várias cores sem terem medo de serem julgadas pelos colegas de trabalho ou pela família porque cada vez vê-se mais", confirmou ao Modern Life Olga Ferreira-Hilário, diretora de arte e gerente do cabeleireiro Slash.

"Até há pouco tempo, eram só os mais corajosos que pintavam o cabelo mas, agora, começa a ser uma coisa muito mais comercial. Até a L'Oréal [Professionnel] vai lançar, em breve, uma coisa muito gira, que também vai fazer a ligação da coloração aos tons de fantasia, tão em voga", anuncia a primeira embaixadora de inovação da marca francesa, cargo que a portuguesa assumiu nos primeiros meses deste ano.

Apesar de muitas portuguesas já estarem a aderir a esta moda, algumas ainda não arriscam as cores vibrantes que fazem furor lá fora. "Há muitas pessoas que ainda estão no rosa bebé e no azul pastel, neste tipo de tonalidades, mas vamos continuar a ter muitos tons pastel", antecipa a cabeleireira. Foi, aliás, a eles que Olga Ferreira-Hilário recorreu para desenvolver "Dune", o arrojado projeto estético que apresentou no início do verão.

Para os visuais extravagantes que criou, que pode ver na galeria de imagens que se segue, a imaginação foi o limite. "Não lhes podemos chamar penteados. São seis propostas criativas. É uma coisa um bocadinho inspiracional. A ideia é mostrar às pessoas que se podem fazer coisas com o cabelo, para além de o cortar e de o pintar", afirma a hairstylist. "Criámos peças de roupa e chapéus que são todos feitos de cabelo", sublinha.

Tal como sucede com os cabelos coloridos em tons de fantasia, também em "Dune", que se inspira no universo dos filmes da saga "Mad Max" introduzindo-lhes elementos estéticos escandinavos, a ousadia é a palavra de ordem. "Fizemos uma coisa como se fossem seres do futuro. São peças que podem ser usadas numa festa ou num desfile, diferentes daquilo que propomos para o dia a dia", afirma Olga Ferreira-Hilário.

No quotidiano, a realidade é outra e muitos dos pedidos dos clientes nem sempre são os que ditam as tendências. "O ano passado, no verão, vimos muitas pessoas a cortar o cabelo, apostando num corte significativamente mais curto", refere. "Houve muitas raparigas a rapar parte do cabelo e, depois, a pintá-lo em tons de água e em tons pastel. Este ano, essas pessoas deixaram crescer o cabelo", acrescenta ainda.

"Nós, cá em Portugal, ainda não vemos muito isso, ainda é um movimento muito pequeno, mas estamos a ver muitas raparigas lá fora a optar por um [corte] bob com as pontas ombrées, o mais claras possível, em tons pastel. Algumas já estão, realmente, a arriscar", assegura a cabeleireira que, a partir do próximo ano, promete dar mais visibilidade ao cargo de embaixadora de inovação da L'Oréal Professionnel.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.