Gianfilippo Testa dependerá de François-Henri Pinault, presidente da Kering, informou o grupo.

Irá substituir Emmanuel Gintzburger, "que decidiu deixar a Kering por um novo desafio profissional fora do grupo".

Testa começou a sua carreira na TAG Heuer em 2002 e depois ocupou vários cargos dentro do grupo LVMH, especialmente na marca Fendi em Itália, Japão e Hong Kong.

Começou a sua carreira na Kering em 2016, na Gucci.

"Como diretor-geral da Alexander McQueen, Gianfilippo Testa terá a missão de acelerar o desenvolvimento da marca de luxo britânica para aproveitar todo o seu potencial", diz o comunicado.

Em 2021, a Kering (detentora de marcas como a Gucci, Saint Laurent, Balenciaga e Boucheron) faturou 17,6 bilhões de euros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.