Por vezes cometem-se erros de moda sem se ter a consciência dos mesmos. Ter estilo de uma forma mais consciente é o ideal para evitar maus hábitos. Conheça algumas dicas para facilitar o seu dia a dia e torne o seu guarda-roupa mais limpo e organizado.

Comprar por impulso

Este é um dos erros mais comuns, pois uma ida a um centro comercial pode ser um pouco "perigosa" quando não existe autocontrole. Sim é verdade, mesmo que vá ao shopping sem intenções de comprar algum artigo de moda, a probabilidade de regressar a casa com um ou dois sacos é imensa, principalmente na altura dos saldos. Pense que a sensação de bem-estar depois de comprar alguma peça é momentânea. Antes de comprar, pense se essa peça é realmente útil no seu guarda-roupa ou se é mais uma que irá ficar esquecida numa das suas gavetas.

Comprar um tamanho abaixo/acima

Este erro acontece frequentemente em época de saldos. Quando queremos muito uma peça, parece que temos de levá-la à força, mesmo não sendo o nosso tamanho. O pensamento habitual é: “Vou emagrecer” ou “Depois levo à costureira” o que pode acabar por se tornar numa frustração. Não se iluda, nem faça promessas que provavelmente não irá cumprir. Compre o seu tamanho para que se sinta confortável e para que dê realmente uso à peça. Caso o seu número não esteja disponível, tente procurar noutra loja ou então é preferível não levar.

Não repetir a mesma roupa

Pense de uma forma consciente e não crie mais desperdício no planeta. A sua roupa e os seus acessórios não são descartáveis. Por isso, não há problema nenhum em repetir roupa. Usar a mesma peça diversas vezes é bom sinal, pois significa que fez uma excelente escolha ao comprá-la, visto que lhe dá uso e consegue adaptá-la a diferentes looks.

Só usar uma cor

Não se limite a apenas um tom e diversifique o seu guarda-roupa, dando oportunidade a novas cores. Há uma paleta infinita por explorar, por isso experimente novas tonalidades e surpreenda-se.

Ser fashion victim

Em cada estação somos bombardeados com novas tendências, o que não significa que tenhamos de aderir a todas. Não as leve à letra. Seja fiel ao seu próprio estilo e adira apenas aquelas que se enquadram no seu guarda-roupa e estilo pessoal. Vista-se com as peças que se sente mais confortável e invista nos clássicos intemporais de boa qualidade.

Acumular peças

Pratique o "desapego" e livre-se de todas as peças a que já não dá qualquer tipo de uso. Organize o seu closet todas as estações e separe tudo por categorias: peças já não estão em condições; peças que precisam de arranjo e peças a que já não dá qualquer utilidade, mas que estão em bom estado. Deite fora aquilo que já não está em bom estado, vá de uma vez por todas à costureira e dê os resto a quem mais precisa. Assim terá um guarda-roupa mais limpo e organizado.

Optar por quantidade em vez de qualidade

Muitas vezes acumulamos peças de roupa sem qualquer tipo de necessidade. Saiba que menos é mais e que a qualidade prevalece à quantidade. Evite comprar de forma compulsiva só porque o preço está muito baixo. Poupe e invista em peças de qualidade, que provavelmente irão durar muito mais tempo do que as mais acessíveis. Já alguma vez ouviu que "o barato sai caro"?  Um dizer popular que é bem verdade. Quantas vezes comprou peças por um preço tentador e depois percebeu que, em termos de qualidade, não valiam nada? Está na altura de valorizar o seu guarda-roupa e tentar não comprar só por comprar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.