A história da Gucci começou em 1921, com uma forte incidência no trabalho do couro, criando uma herança extremamente vocacionada para o fabrico de acessórios em pele, o que faz dela uma das mais experientes e fiáveis marcas neste ramo. Posto isto, fizemos uma seleção dos acessórios mais icónicos da Gucci para que possa conhecer as peças mais adoradas pelos fãs da marca.

Cinto

É uma das peças mais bem-sucedidas da Gucci. Introduzido em 2015, este cinto foi, e tem sido, um grande êxito. É uma das peças que marcou o “regresso” da Gucci como marca a vanguardista que é. Este acessório muito versátil e as suas inúmeras versões garantem que existe um cinto para cada gosto.

Dionysius Bag

Esta mala foi lançada em 2015 durante a primeira coleção do atual diretor criativo Alessandro Michele. Este modelo em particular foi uma peça muito importante para a Gucci por ter marcado a altura do seu “renascimento”. Até então a marca, desde a saída de Tom Ford em 2004, havia passado por uma fase menos boa. Com a entrada de Michele e o lançamento da coleção Dionysius, rapidamente a Gucci se transformou no sucesso que conhecemos hoje em dia.

Jackie Bag

A Jackie Bag é um dos maiores ícones da marca. Lançada em 1961, com um nome totalmente diferente, ganhou popularidade quando o ícone da moda Jackie O, a ex-primeira dama dos Estados Unidos, foi fotografada a utilizá-la para se esconder dos paparazzis. Aí ficou conhecida como “a mala de Jackie”, até que o seu nome foi oficialmente alterado para Jackie Bag. Em 2020 a Gucci relançou-a, tendo sido um enorme sucesso no mundo digital.

Lenço

O lenço de seda da Gucci é um pilar na estética da marca. A sua existência remete quase à sua fundação e já foi reinventado inúmeras vezes. A versatilidade deste acessório permite-lhe que seja utilizado de variadíssimos modos,  ainda que maioritariamente nas campanhas e desfiles da  Gucci, seja usado na cabeça, tal como se usava antigamente, e como Jackie O era muitas vezes fotografada a utilizar.

Marmont Bag

O modelo Marmont foi introduzido em 2016 e o seu sucesso deve-se em grande parte à reedição e utilização do logo com os dois G’s.

O padrão acolchoado e o coração na parte de dentro também conquistaram os fãs, tendo a marca conseguido angariar novos seguidores que se tornaram fiéis clientes. Este modelo, apesar de ser relativamente recente, tornou-se rapidamente num favorito da Gucci.

Moccasins

Os mocassins da Gucci são os sapatos mais conhecidos da marca. Este clássico foi lançado em 1953, daí o nome 1953 Horsebit loafer, e é decorado com a ferragem típica da Gucci, o horsebit, em honra à sua herança relacionada com a confeção de materiais equestres.

Estes sapatos dificilmente saem de moda por serem um clássico tão icónico e também por serem um estilo de sapato que estará sempre em voga.

Soho Disco Bag

Esta mala, com uma estética completamente diferente das malas anteriores, foi lançada no ano de 2012 e ainda sob a liderança de Frida Giannini. Na altura foi um sucesso, sendo considerada até aos dias de hoje um dos básicos essenciais da Gucci. Este modelo, por ter um aspeto mais neutro e simples, arrecadou muitos fãs que o tornaram num clássico de culto. Mesmo não sendo tao popular como a Marmont ou a Dionysius, a Gucci Soho é uma mala que não vai desaparecer do radar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.