O estilo marinheiro é, mais uma vez, imprescindível para brilhar nestes meses de calor. As riscas e as cores do mar, azul e branco, vão ser uma das tendências da época, às quais não vai resistir.

Aproveite os saldos e mergulhe sem receios numa tarde de compras e dê um look mais fresco ao seu guarda-roupa... Mas esteja atenta aos modelos que mais a favorecem.

Existem peças e cortes específicos para cada pessoa, por isso, apresentamos-lhe algumas sugestões e
conselhos para que saiba escolher o decote mais adequado para a sua silhueta.


Decote assimétrico

Este tipo de decote implica o uso de um soutien cai-cai ou de um com alças de silicone. «Não favorece uma pessoa que tenha as costas e os ombros muito largos
(estilo nadadora)», refere Andréa Schaefer, consultora de imagem.

É, por isso, indicado para pessoas com os braços finos e, de preferência, com pouco peito, uma vez que limita um pouco o uso do soutien.


Decote cai-cai

Geralmente não é muito indicado para mulheres com peito pequeno, pois não oferece um bom suporte. No entanto, também não deve ser usado por pessoas com
braços fortes e peito muito volumosos por provocar inestéticas pregas na pele junto às axilas.

«Adequa-se a um peito médio e a pessoas com muito boa postura»,
diz Andréa Schaefer. Os modelos com laços e detalhes junto ao peito ampliam o busto, «podendo ser uma boa opção para mulheres de peito pequeno»,
acrescenta.


Decote quadrado

Este tipo de decote promove a silhueta dos bustos mais reduzidos. Porém, não deve ser usado por pessoas com ombros muito pequenos.

Alguns pormenores, com um encabeçamento franzido com outro tecido de outra cor, enfatiza o efeito, criando mais volume na zona do peito. Se o pretende valorizar, esta é uma boa opção. Não se transformará numa Pamela Anderson mas conseguirá o efeito pretendido.


Veja na página seguinte: Decote à barca

Decote à barca

É um decote que se adapta bem a todos os bustos, com principal destaque para quem tem ombros bonitos. Não é tão adequado para pessoas com ombros muito
estreitos.


Decote redondo

Assenta bem em quase todos os bustos. Segundo Andréa Shaefer, «é um decote que, por não ser muito exagerado, acaba por também resultar bem em bustos volumosos, uma vez que cria a ilusão de os diminuir».

«No entanto, tem de se ter atenção aos detalhes na zona do peito», alerta. A aplicação de botões, por exemplo, pode nem sempre revelar-se a melhor escolha.


Decote em V

«Mais adequado para os peitos médios e grandes, é ideal para quem quer aumentar a zona dos ombros, já que o decote em V alonga e dá ênfase a toda a parte superior do corpo», elucida a consultora.

Se for conjugado com uma manga de balão, por exemplo, «aumenta, de igual forma, toda a parte superior do peito», constata. Combinado com uma peça com um corte império, é ideal para corpos em formato pêra ou rectângulo, mas é contra-
indicado para pessoas que têm tendência a engordar na zona da cintura», refere.

Andréa Schaefer realça também a versatilidade dos modelos de decote em V
munidos com atilhos, que ao serem atados o transformam num decote «em gota», especialmente bonito para peitos médios.

«Quanto às peças com decote em V que o conjugam com um gola à padre, é indicado para pescoços esguios, tornando-se uma peça muito elegante», assinala a especialista.


Texto: Raquel Pires com Andréa Schaefer (consultora de imagem)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.