Sim, um bom guarda-roupa passa por quatro passos, e hoje abordamos o primeiro: a limpeza. Não há como fugir deste passo (sei bem que nos leva horas e horas, distribuídas por vários dias que parecem não ter fim), mas duas vezes por ano, tem mesmo de ser.

Não só por motivos de limpeza do próprio espaço (bem a fundo), mas também para trocar as peças de estação (vestidinhos e sandálias de verão, por malhas grossas e casacos de inverno).

Mas também é essencial que se faça uma primeira edição do seu guarda-roupa. Sim, tem de ser implacável:

  • Peças estragadas: ou para arranjo ou para o lixo;
  • Peças que não usou no último ano: ou guarda, para o seu baú das peças que acha que vai voltar a usar daqui a uns bons tempos (pense neste seu “baú” como a sua futura loja vintage) ou doa;
  • Peças que não lhe servem ou não assentam que nem uma luva: ou entrega às mãos da sua costureira de confiança ou doa.

Acredite, estes três tipos de peças não fazem absolutamente nada no seu guarda-roupa. Ou melhor, fazem: ocupam-lhe espaço, criam mais confusão visual e “sensação de entulho” (mesmo que sejam poucas, todo o espaço é precioso). E tenha sempre em mente – aquilo que não usa (ou usa muito pouco e não lhe faz falta) pode ser bastante usado por outras pessoas!

Depois de saber o que tem de sair do seu guarda-roupa, o que manter? Como? Volto na próxima semana para a ajudar!

Veja mais dicas de moda em Xanalicious.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.