As manchas superficiais são provocadas pelos alimentos, chá, café e tabaco e desaparecem com uma higiene oral correcta.

As intrínsecas surgem durante a formação dos dentes, por deficiências vitamínicas ou metabólicas ou efeito de medicamentos. Estas podem ser brancas ou cinzentas, totais ou parciais. A cor natural dos dentes, quando mais amarelada, pode igualmente afectar a estética do sorriso.

Estes são alguns dos tratamentos a que pode recorrer para solucionar o problema:


Microabrasão

Remove as manchas intrínsecas pontuais através de um polimento na zona da mancha que depois é preenchido com um compósito da mesma cor do dente. Não é um tratamento muito duradouro.


Branqueamento

Descoloração da cor natural dos dentes. Pode ser realizada em casa através da aplicação diária de um gel branqueador e de uma goteira, durante uma hora e meia por dia ou à noite enquanto dorme, ao longo de uma a duas semanas.

Os resultados podem manter-se até cerca de um ano, desde que a pessoa não fume, nem abuse do vinho tinto e de molhos escuros. O branqueamento em consultório utiliza o mesmo gel, activado por lâmpadas de plasma frio.

É feito numa hora e consegue o mesmo resultado. Ambos implicam a substituição de eventuais tratamentos dentários (pivôs, coroas…) pela nova cor dos dentes.


Facetas estéticas de cerâmica

É a solução quando a pigmentação é muito escura e/ou generalizada, o paciente é fumador crónico, tem maus hábitos alimentares e procura resultados rápidos e permanentes.


Texto: Vanda Oliveira com Miguel Stanley (médico dentista) e Alessandra Curto (especialista em Ortodontia)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.