O memorando da comarca de Lisboa relativo ao primeiro semestre do ano, publicado na página da internet daquele organismo do MP, adianta que foram instaurados 1.809 inquéritos, sendo 1.585 contra homens e 224 contra mulheres.

Dos 1.809 inquéritos instaurados, 1.308 foram arquivados e 288 resultaram em acusação.

O MP da comarca de Lisboa investigou também 1.502 inquéritos relacionados com a cibercriminalidade, dos quais 1.542 resultaram em arquivamento e 21 em acusação.

Nos primeiros seis meses do ano, a criminalidade económico-financeira teve 920 inquéritos registados na comarca de Lisboa, seguindo-se os crimes fiscais, que totalizaram 623.

O memorando, assinado pelo coordenador da comarca de Lisboa, José António Branco, indica também que foram investigados, entre janeiro e junho, 576 inquéritos no contexto da criminalidade organizada e grupal e 286 de crimes relativos a agentes da autoridade, dos quais 63 foram praticados por agentes da autoridade.

Casos de violência contra alunos

De acordo com o documento, a violência relacionada com a comunidade escolar averbou 64 inquéritos, sendo 51 relativos a violência exercida contra professores e 13 contra alunos.

Entre janeiro e junho, foram também investigados por esta comarca 16 inquéritos de branqueamento de capitais e 87 casos relacionados com crimes de corrupção e afins.

Os crimes sexuais contra menores (pedofilia) deram origem a 233 inquéritos, enquanto a violência contra menores registou 128 casos, tendo 113 relação com o meio familiar e 15 fora da família.

Outros fenómenos criminais investigados, no primeiro semestre do ano pela comarca de Lisboa, estiveram relacionados com negligência na prestação dos cuidados de saúde (34), incêndios florestais (46) e tráfico de seres humanos (cinco).

No quadro da criminalidade contra pessoas vulneráveis, como idosos e deficientes, registaram-se cinco casos e no âmbito dos crimes contra profissionais de saúde forma instaurados dois inquéritos, indica ainda o memorando.

O Ministério Público (MP) da comarca de Lisboa iniciou 40.866 inquéritos criminais no primeiro semestre de 2016, menos 13 por cento do que no mesmo período de 2015.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.