Segundo revelou hoje à Lusa o presidente da autarquia, a intervenção abrange parques instalados em espaços públicos ao ar livre ou ‘indoor’, outros a funcionar em estabelecimentos escolares e ainda alguns que integram complexos desportivos, sendo que, em comum, todos esses espaços têm o facto de se encontrarem há muito tempo sem obras de conservação.

"Estes parques estão há muitos anos sem uma intervenção profunda e é tempo de serem renovados, porque o seu uso intensivo causa muito desgaste, sobretudo quando instalados ao ar livre", explicou Ricardo Oliveira Figueiredo. "Não se trata aqui de corrigir questões de segurança, já que essas são vistoriadas regularmente e tratadas sempre que se justifique - trata-se sobretudo de requalificar os equipamentos que se apresentam um pouco deteriorados pelo tempo", realçou.

A criação de novos recreios também está entre os objetivos da Câmara, mas, para já, a aposta é na renovação de 11 parques infantis integrados em escolas EB1 e jardins-de-infância, aos quais se juntam ainda sete instalados em áreas públicas, um localizado no Mercado Municipal e outro no Complexo Desportivo Paulo Pinto.

A intervenção abrange também quatro dos chamados "parques saudáveis", que em jardins da cidade disponibilizam aparelhos para exercício físico por praticantes adultos, e a lista termina com um outro, instalado no Parque Ferreira de Castro, que é especificamente vocacionado para a população em idade sénior.

Em todos os casos, Ricardo Oliveira Figueiredo afirma que a escolha dos mecanismos a requalificar ou a substituir terá em conta a necessidade de se garantir em cada parque "o equilíbrio certo entre saúde e divertimento".

"A nossa intenção é que cada parque disponha de equipamentos que, por um lado, se revelem aliciantes, proporcionando aos utilizadores um razoável grau de desafio, estímulo e divertimento, e, por outro, sejam seguros e envolvam procedimentos simples, para que qualquer pessoa os possa utilizar instintivamente, sem necessidade de mais explicações para além das imagens gráficas na sinalética", explica.

Segundo a autarquia, o concurso público para adjudicação da empreitada será lançado esta semana e a obra deverá depois ficar concluída até maio.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.