Num documento de cerca de 50 páginas intitulado "Política Para a Infância", o líder dos sociais-democratas, Rui Rio, revelou na segunda-feira no Porto um pacote de medidas das quais se destacam o pagamento de um subsídio de 428,90 euros a todas as mulheres grávidas, assim como um outro, fixo, por criança.

Mulher dá à luz em corredor de hospital e fotógrafa capta o momento
Mulher dá à luz em corredor de hospital e fotógrafa capta o momento
Ver artigo

Até aos 18 anos cada criança receberia 10,722,50 euros, sendo que durante os primeiros seis anos de vida, o valor anual seria de 857,80 euros, sofrendo depois uma redução a partir dos seis anos.

O documento promete ainda creches gratuitas para todas as crianças a partir dos seis meses e ensino pré-escolar gratuito. Para o PSD, Portugal está a sofrer uma "hemorragia demográfica", lê-se na proposta.

O documento do Conselho Estratégico do PSD defende ainda o alargamento da licença de maternidade ou paternidade para as 26 semanas, mais seis do que o preconizado na lei.

No primeiro ano, esclarece o documento, o custo da medida ficaria pelos 20 milhões de euros, chegando aos 200 milhões quando implementada em pleno.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.